Esporte | Pandemia

FMF deve seguir "guia médico" da CBF para retorno do futebol no Maranhão

Entidade estadual tem plano traçado, deve seguir as orientações da CBF, mas ainda espera novo posicionamento do governo do estado
Eduardo Lindoso/ O Estado 07/06/2020 às 19h18
FMF deve seguir "guia médico" da CBF para retorno do futebol no MaranhãoFMF definiu plano de retorno para o Estadual desta temporada (Arquivo)

SÃO LUÍS – Depois de anunciar o seu cronograma de retorno do futebol no estado e reafirmar que vai esperar o “OK” do governo para iniciar os primeiros passos, a Federação Maranhense de Futebol (FMF) agora sabe que terá de seguir também uma cartilha divulgada, neste fim de semana, pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A CBF lançou seu "Guia Médico de Sugestões Protetivas para o Retorno às Atividades do Futebol Brasileiro". A CBF dividiu seu protocolo, baseado em orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB), em cinco fases.

Após o anuncio de portaria do governo do Maranhão flexibilizando alguns setores do comércio e anunciando a data para retorno de outros, a FMF convocou os clubes para uma reunião virtual, que ocorrerá no dia 12, para discutir este plano de retorno. Segundo a entidade, os registros de atletas e questões burocráticas do Estadual-2020 vão pode ser feitas a partir do próximo dia 15, o reinício dos treinos no dia 22, e a volta do Campeonato Maranhense, posteriormente, no dia 1º de agosto.

Por meio de nota, a FMF informou, também, que todo e seu cronograma de retorno do futebol ainda depende das determinações médicas e governamentais. Assim também como a CBF, que reafirmou “suas competições voltarão "em concordância com as normas das autoridades de saúde".

Guia médico da CBF

A CBF definiu seu guia médico em cinco fases: preliminar, de treinamentos individuais ou em pequenos grupos, de treinamentos coletivos, de competições e de acompanhamento.

A Fase preliminar é marcada principalmente pela testagem de jogadores, comissão técnica e funcionários. Os testes em familiares é facultativo, mas um questionário detalhado deverá ser aplicado. Os casos suspeitos serão isolados.

Na fase seguinte, que prevê treinos individuais ou em pequenos grupos, todos "deverão utilizar condução própria e individual, uniforme de treino desde a sua residência e, após o término, retornar imediatamente para a sua residência". Será preciso verificar a temperatura de todos, de preferência ainda no veículo, e barrada a entrada dos que apresentarem medida acima de 37,5ºC.

Na terceira fase, de treinamentos coletivos, a CBF afirma que suas competições voltarão "em concordância com as normas das autoridades de saúde". Medidas de segurança, como verificação de temperatura, uso de máscaras, avaliação clínica, continuarão nesta fase. Sobre o retorno das competições, que corresponde à quarta fase, o documento afirma que "a dinâmica da epidemia certamente influenciará no período de treinamento mínimo necessário para um retorno seguro às competições.

Por fim, na fase de acompanhamento, a CBF diz que os clubes devem enviar dados semanalmente e prevê a realização de testes aleatórios nos jogadores.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte