Geral | Residencial Jomar Moraes

Secid diz que tentativa de ocupação em residencial é criminosa

Invasão dos 1.104 apartamentos do Residencial Jomar Moraes foi evitada pela Secid, com o apoio da Polícia Militar do Maranhão
23/05/2020 às 15h13
Secid diz que tentativa de ocupação em residencial é criminosaPolícia Militar foi acionada pela Secid para conter a invasão no Residencial Jomar Moraes (Divulgação)

São Luís - Centenas de pessoas tentaram ocupar neste sábado, 23, os 1.104 apartamentos do Residencial Jomar Moraes, localizado nas imediações do Sítio Piranhenga, em São Luís. As obras dos 35 blocos de apartamentos estavam previstas para ser concluídas np fim de 2019, mas o prazo não foi cumprido.

Em nota, a Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) informa que as obras do Residencial Jomar Moraes ainda estão em fase final de conclusão e que os beneficiários, já cadastrados e aprovados pela Caixa Econômica Federal, são de baixíssima renda e parte deles foi removida das palafitas do PAC Rio Anil.

A tentativa de ocupação foi evitada por funcionários do setor social da Secid, que estavam acompanhados da Polícia Militar do Maranhão.

A Secid classificou como criminosa a tentativa de invasão ao Residencial Jomar Moraes. “A tentativa de ocupação deste sábado é criminosa e já está sendo investigada pela Secretaria de Segurança Pública”, disse a secretaria em nota.

Construído nas imediações do Sítio Piranhenga, em São Luís, o residencial beneficiará 1.104 famílias que viviam em situação de vulnerabilidade social nos bairros da Liberdade, Camboa e entorno da Avenida Jackson Lago.

O Residencial Jomar Moraes é formado por 33 blocos de 32 apartamentos e por dois blocos de 24 apartamentos. O investimento de R$ 82 milhões é oriundo do Programa Minha Casa Minha Vida, por meio da Caixa Econômica Federal e de contrapartida do Governo do Estado.

Além das mais de 1.100 unidades habitacionais, o Jomar Moraes também contará com uma área de lazer, como Praças dos Esportes, com quadra gramada e academia ao ar livre; Praça das Crianças, com playground; Centro Comunitário com cozinha e banheiros adaptados, área que tem capacidade de receber até 92 pessoas sentadas.


Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte