Política | Covid-19

Número de contaminados cresceu seis vezes em menos de um mês no Maranhão

Desde o início do mês de maio até os dados da sexta-feira, 22, número de contaminados é praticamente seis vezes maior
Carla Lima/Editora de Política23/05/2020 às 07h00
Número de contaminados cresceu seis vezes em menos de um mês no MaranhãoAo contrário do que mostrou o governador Flávio Dino em sua última entrevista coletiva, em São Luís, os casos voltaram a crescer (Reprodução/YouTube)

Em 1º de maio deste ano, o Maranhão registrou 3.805 casos confirmadas da Covid-19. Em comparação ao dia anterior, 30 de abril, haviam surgido 299 novos casos neste dia em 24 horas. Cerca de 20 dias depois, o estado bate o recorde chegando a mais de 1,5 mil casos novos da covid-19 em apenas 24 horas. Do início deste mês até o boletim emitido ontem pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), os número de casos cresceu cerca de seis vezes em menos de um mês.

Em média, nos 22 dias do mês de maio, o número de casos novos no estado é de cerca de 655. O dia que menos registrou aumento de novos contaminados foi em 3 de maio quando 187 pessoas foram confirmadas com o novo coronavírus.

De lá até o boletim deste sexta-feira, 22, os casos não pararam de crescer. A primeira grande alta no números de novos casos em 24 horas veio do dia 7 para o dia 8 de maio quando 856 novos doentes foram registrados. Nesta época, a Ilha de São Luís estava em sua última semana de lockdow. As centenas de contaminados registros em somente um dia só tiveram aumento no estado.

Nos últimos dias, 944 casos novos de 19 para 20 de maio. De 20 para 21 deste mês foram mais 1153 novos contaminados e de 21 para 22 chegou-se ao recorde de 1556 novos casos da doença em todo o Estado.

O interior do Maranhão concentra maior número de novas contaminações. Segundo o boletim da SES desta sexta-feira, 22, foram 1088 novos casos no interior e outros 468 na Ilha de São Luís, onde o governador Flávio Dino comemorava redução de casos e assim justificava sua medida para reabrir de forma gradual o comércio.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte