PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

19/05/2020

Ana Karin contra o turismo sexual infantil
Ontem, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, Ana Karin Andrade, que está circulando em São Luís neste período de pandemia, lembrava numa conversa entre amigos que em 1996 ela criou no Brasil o que hoje é o disque 100, com o objetivo de proteger nossas criança e jovens, além de combater o turismo sexual em nosso país.
Lembro que foi uma campanha incrível que rendeu grandes reconhecimentos e fortaleceu a luta contra esse crime. Ana Karin viajou ao redor do mundo defendendo a imagem do Brasil. Uma passagem em especial aconteceu no Congresso Mundial de Estocolmo, na Suécia, realizado pela rainha Silvia, onde esteve representando a Embratur, na época como diretora de Marketing.
Nessa ocasião, a campanha que ela criou no Brasil foi adotada pela Organização Mundial do Turismo, para 132 países, onde ainda teve a oportunidade de sugerir e ser acatada a inclusão da cláusula de número 7 da Carta de Estocolmo, que trata justamente do chamado Turismo Sexual Infantil.
Segundo Ana Karin, “As ações no Brasil ainda continuam ativas, com diferentes temas, mas com o objetivo de sempre, dando atenção e segurança a quem precisa”. E pede: “Denuncie e proteja as nossas crianças e adolescentes!”

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte