Polícia | Morte de empresário

Acusados de matar empresário vão ser transferidos para capital

Wanderson Ferreira e Daiane da Silva teriam assassinado Chico Paraná no sul do Maranhão
19/05/2020

SÃO LUÍS - Os maranhenses Wanderson Ferreira de Andrade, de 37 anos; e Daiane da Silva Almeida, de 24 anos, devem ser transferidos até a primeira semana do próximo mês para o presídio de Balsas. De acordo com a polícia, eles foram presos no último dia 16, na cidade de Goiana, na zona da Mata Norte de Pernambuco, acusados de terem sequestrado, torturado, assassinado e ocultado o corpo do empresário Francisco Adelino Rete, o Chico Paraná. O crime ocorreu no mês de junho de 2019, em Riachão, no sul do Maranhão.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte