Cidades | Enfrentamento

Hospital de campanha do Maranhão é entregue em Açailândia

Unidade de saúde tem 53 leitos de enfermaria e sete de UTI, com respiradores, sendo um hospital de média complexidade
16/05/2020 às 15h57
Hospital de campanha do Maranhão é entregue em AçailândiaHospital de campanha de Açailândia servirá a região, com 60 leitos, sendo sete deles de UTI (Divulgação)

Açailândia - O Hospital de Campanha de Açailândia - para atendimento às vítimas do novo coronavírus do Maranhão - foi entregue neste sábado, pela gestão estadual, em parceria com a Vale. O hospital construído em 26 dias está localizado nas proximidades do Fórum de Açailândia, no bairro Tropical. Nesta segunda-feira, 18, em São Luís, será entregue o segundo hospital de campanha para atendimento de vítimas da Covid-19.

São 60 leitos, sendo 53 de enfermaria e sete de UTI. O hospital contará com o apoio de duas ambulâncias de plantão, ambas equipadas com estrutura de UTI. Cerca de 217 profissionais fazem parte da equipe que dará assistência aos pacientes. A estrutura dará apoio a municípios da região tocantina.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Carlos Lula, o Hospital de Campanha de Açailândia é uma iniciativa que vai ajudar a desafogar outras unidades públicas de saúde. “O hospital de campanha vai servir não só para Açailândia, mas para toda a região. É um hospital moderno, de média complexidade, com 60 leitos, sendo sete de UTI com respiradores. A gente tem certeza de que ele vai salvar muitas vidas. Melhor que abrir, vai ser quando pudermos anunciar que vamos fechar o hospital, porque vai mostrar que vencemos a pandemia”, afirmou o Lula.

A montagem do equipamento contou a importante parceria da Vale. “O hospital de campanha em Açailândia terá papel fundamental na luta contra a Covid-19. Ele está aqui para salvar vidas. Essa parceria demonstra nosso entendimento de que a única maneira de vencer essa pandemia é somando esforços. Além do hospital, a Vale também está disponibilizando duas ambulâncias UTI para suporte dos pacientes. É um esforço conjunto voltado à saúde das pessoas, das comunidades da qual nós também fazemos parte”, destaca o gerente executivo da Vale, João Falcão.

O presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande, explicou como será o funcionamento do Hospital de Campanha de Açailândia. “O hospital é uma unidade exclusiva para pacientes de Covid-19 e vai ajudar muito a região. O paciente precisa passar por um filtro em uma Unidade Básica de Saúde que vai regular este paciente para o hospital de campanha, onde receberá todo o suporte necessário”, esclareceu.

Novos leitos
Carlos Lula ainda informou que, na próxima segunda-feira (18), será aberto em São Luís o segundo hospital de campanha. A estrutura está sendo montada no espaço Multicenter Negócios e Eventos, do Sebrae, no Cohafuma, e contará com 200 leitos, sendo 190 para enfermaria e 10 de cuidados intensivos.

O espaço vai receber pacientes oriundos das UPAs da capital. Além disso, o secretário ressaltou, ainda, que serão abertos novos leitos de UTI e Clínicos em unidades de saúde nas cidades de Caxias, Lago da Pedra, Santa Luzia do Paruá e São Luís até o final de maio.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte