Geral | Proteção

Profissionais da saúde começam a ser acomodados em hotel

Foi garantida a hospedagem de 40 profissionais neste mês de maio, pico da pandemia do novo coronavírus
09/05/2020 às 19h15
Profissionais da saúde começam a ser acomodados em hotelProfissionais de saúde fazem cadastro na recepção de hotel onde estão hospedadas (Divulgação)

O movimento “Acolhendo Heróis”, de iniciativa do deputado estadual Neto Evangelista (DEM), em parceria com o deputado Othelino Neto (PCdoB), deu início, neste sábado (9), à acomodação dos profissionais de saúde no Hotel Soft Win.

A enfermeira Samara Cutrim é uma das beneficiadas. Ela estava em atendimento em um hospital da capital e foi direto para o hotel. Samara definiu o projeto como “maravilhoso e de uma sensibilidade incrível”, pois o profissional quer trabalhar, mas ao mesmo tempo fica preocupado com a sua família.

"Eu preciso trabalhar e estando acomodada em um hotel, posso ficar mais tranqüila, pois sei que não colocarei a minha família em risco”, disse

Márcia Aurélia, também enfermeira, destacou a importância da iniciativa. "Eu tenho uma netinha de 10 meses e uma filha asmática. Agora, poderei ir trabalhar com mais tranquilidade".
O movimento já garantiu a hospedagem de 40 profissionais neste mês de maio, pico da pandemia do novo coronavírus. A acomodação inclui café da manhã, a ser entregue nos quartos.

A Secretaria de Desenvolvimento Social também juntou-se à rede de amigos do movimento "Acolhendo Heróis" e garantiu, por meio do restaurante popular, almoço e jantar, que também serão entregues nos quartos.

Neto Evangelista agradeceu ao secretário Márcio Honaiser pelo apoio e disse que com união, o movimento "Acolhendo Heróis" cada vez mais "facilitará minimamente a vida desses profissionais, que estão mais expostos ao risco de contaminação pela Covid-19".
"Toda nossa ação reforça a importância que têm esses guerreiros, que sacrificam suas vidas e o convívio com suas famílias para salvar vidas”, concluiu Neto Evangelista.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte