Política | Covid-19

Hospital privado pede que governo adote lockdown após 100% de UTIs ocupada em São Luís

São Domingos enviou ofício ao secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula, solicitando que medidas mais restritivas sejam adotadas porque o hospital não tem mais capacidade nas UTIs para atender pacientes com Covid-19
Carla Lima/Editora de Política29/04/2020 às 19h15
Hospital privado pede que governo adote lockdown após 100% de UTIs ocupada em São LuísOfício do hospital foi enviado para o secretário estadual de Saúde Carlos Lula (Divulgação)

Com a capacidade máxima de ocupação dos leitos de UTI nas redes pública e privada de saúde, a direção do Hospital São Domingos enviou ofício ao secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, informando que na unidade não há mais vaga para atendimento de pacientes graves contaminados com a novo coronavírus. Devido a isto, é feita a sugestão para que medidas mais restritivas sejam adotadas.

A sugestão é de que o lockdown, que é a restrição de circulação de pessoas, seja adotado pelo governo estadual.

“Em razão disso, esse nosocômio sugere ao Governo do Estado do Maranhão a adoção de protocolos de emergência mais restritivos, como por exemplo o ‘lockdown‘ (bloqueio total de circulação de pessoas)”, diz a direção do hospital.

Em nota, o hospital explicou à população o que levou à sugestão do lockdown. "Agora nos vimos na necessidade de chamar a atenção das instituições governamentais e da sociedade para a necessidade de adoção de medidas mais assertivas de distanciamento social diante do crescente e incontido aumento da demanda por atendimento de emergência com necessidade de internação hospitalar. No momento, estamos atuando com taxa de ocupação de apartamento e enfermaria de Covid-19 em torno de 91,8% e dos leitos de UTI em torno de 91,1% e esperamos que com a ajuda das medidas de distanciamento social possamos continuar prestando assistência aos pacientes mais graves por nós atendidos", informou a diretoria.

Em entrevista a TV Mirante nesta quarta-feira, 29, o governador Flávio Dino (PCdoB) deixou em aberta a possibilidade de adotar o lockdown na próxima terça-feira. Já em entrevistas a veículos de circulação nacional, Dino garantiu que quando as UTIs chegassem a 80% de ocupação, o lockdown seria uma medida a ser adotada.

Em São Luís, já não existem mais leitos de UTI disponíveis.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte