Polícia | Pandemia

Apenados ficarão em prisão domiciliar por 30 dias no Maranhão

Determinação é do Poder Judiciário, após pandemia e esses presidiários em foco fazem parte do grupo de risco de infecção pela Covid-19
26/03/2020

A Justiça determinou que os presidiários do regime semiaberto, que fazem parte do grupo de risco de infecção pelo Covid-19, coronavírus, ficarão em prisão domiciliar por um período de 30 dias. O Poder Judiciário informou que um total de 70 internos de dez unidades prisionais de São Luís foram agraciados com esse benefício. Entre eles estão idosos, hipertensos, diabéticos, mulheres grávidas, lactantes como ainda portadores de doenças cardiovasculares, respiratórias, renais e de HIV.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte