Cidades | A partir de segunda-feira

Prefeitura de São Luís prepara rede de saúde para campanha de vacinação

A campanha contra influenza/H1N1 inicia na próxima segunda-feira (23)
Com informações de assessoria20/03/2020 às 09h17
Prefeitura de São Luís prepara rede de saúde para campanha de vacinaçãoNa primeira fase será vacino idosos, crianças e profissionais da área de saúde (Divulgação)

SÃO LUÍS- A primeira etapa da campanha de vacinação contra três vírus da gripe, incluindo o H1N1, se inicia na próxima segunda (23) e será estendida até o dia 22 de abril. Neste primeiro momento a campanha será destinada a crianças a partir dos 6 meses de vida até os seis anos de idade, idosos a partir de 60 anos e todos os profissionais da área de saúde.

E para garantir a proteção da população, a prefeitura, através da Secretária Municipal de saúde (SEMUS), está disponibilizando 68 salas para vacinação e os profissionais e técnicos da rede de saúde municipal receberam treinamento e estão sendo imunizados. "Estamos com profissionais e salas nas unidades de saúde preparadas para vacinação. É importante destacar que a vacina é uma arma eficaz contra a gripe então, todos os que estão convocados, público-alvo, devem se imunizar", ressaltou o prefeito Edivaldo Holanda.

As vacinas estarão disponíveis nas unidades de saúde municipais, assim como também nas Unidades Mistas de Saúde e outros postos em bairros da capital. O horário será estendido, passando a funcionar das 7h às 18h de segunda a sexta, e aos sábados das 7h ao meio-dia.

O Ministério da Saúde (MS) entregou inicialmente 85 mil doses da vacina e até sexta-feira (20), serão distribuídos cerca de 54 mil doses para as unidades de saúde. A estimativa é de que a Coordenação de Imunização da SEMUS receba cerca de 290 mil doses de vacina no decorrer da campanha.

“A vacinação contra gripe irá prevenir a aparição da influenza H1N1, além de combater a H3N2, que é um dos subtipos do vírus influenza A, e a influenza tipo B. Por essa razão, é muito importante que os grupos comparecem às fases da campanha e recebem a vacina", lembrou a Coordenadora de Imunização da SEMUS, Charlene Luso.

Durante a campanha, a meta é vacinar pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. Após a primeira fase, será iniciada a segunda, a partir do dia 16 de abril e é destinada a professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e doentes crônicos não transmissíveis, comorbidades e outras condições clínicas especiais.

A terceira fase ocorrerá a partir do dia 9 de maio e contemplará adultos de 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (mulheres em fase de pós-parto), pessoas privadas de liberdade, funcionários do sistema prisional, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estiverem sob medidas socioeducativas.

Atendimento Domiciliar

A Prefeitura de São Luís vai realizar, ainda, a vacinação de pessoas consideradas acamadas, ou seja, que tenham visível restrição de locomoção ou impossibilidade de se deslocarem até às unidades de saúde. A imunização será feita por equipes do setor específico da SEMUS, que irão até as residências ou os imóveis de moradia dos pacientes.

Para ter acesso ao serviço, basta o usuário entrar em contato previamente pelo telefone (98) 99135-9332 (do setor de Imunização). O horário de atendimento por telefone será das 8h às 11h e das 14h às 16h, de segunda a quinta-feira. E das 8h às 11h nas sextas-feiras.

Assim que for marcada a visita da equipe técnica da imunização, o paciente ou responsável legal deve aguardar por até 24 horas. Por ora, as visitas não acontecerão em feriados ou fins de semana. O serviço permanecerá disponível preliminarmente até o fim da campanha, prevista para encerrar, de acordo com o Ministério da Saúde, no dia 22 de maio deste ano.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte