Geral | TV por assinatura

Empresa flexibiliza planos de internet para estimular confinamento domiciliar

TVN orienta consumidores sobre como adequar a internet às novas demandas familiares
20/03/2020 às 08h51
Empresa flexibiliza planos de internet para estimular confinamento domiciliar Diretor da TVN, Augusto Diniz recomenda atenção dos usuários às novas necessidades de uso de internet residencial, para a melhor adequação dos planos contratados

São Luís - O uso da internet doméstica não é novidade, mas seu uso racional e adequado em tempos de pandemia e de novas necessidades advindas do confinamento residencial é novo. Nesse caso, é importante informação e planejamento para, de fato, contar com um serviço de qualidade e sem interrupção.

Quando o consumidor contrata um serviço de internet, ele tem a opção de escolher um determinado tipo de quantidade de dados e velocidade a serem consumidos mensalmente. É importante alertar para o fato de que os planos já contratados antes dessa situação de pandemia, previam uma quantidade menor de acessos.

"Com a família toda em casa, consumindo internet de forma simultânea, haverá sobrecarga de velocidade, ou o que é pior, o consumo mais rápido do pacote mensal contratado. Muitos podem não estarem atentos a esses detalhes, mas para quem não quiser ficar sem internet de repente, é bom consultar a operadora e, se for o caso, redimensionar o pacote, o que na linguagem comercial das operadoras de internet seria solicitar um “up grade” do plano contratado", alerta o diretor da TVN, Augusto Diniz, lembrando que, na operadora, o cliente pode solicitar o “up grade” (aumento) do seu plano a qualquer momento, da mesma forma que poderá diminuir o mesmo, quando desejar, na hora em que a necessidade familiar também diminuir:

“Na TVN, flexibilizamos esse processo de migração do cliente para um plano maior ou menor, sem qualquer burocracia e sem cobrar taxas extras. Respeitamos a vontade e a necessidade de cada um em sua rotina de utilização da internet. Entendemos que, nesse momento de contingência, em que muitas famílias estão com as crianças em casa e os pais também, a internet ficará naturalmente sobrecarregada, mas é possível buscar a nossa orientação e readequar o plano contratado de imediato, tanto no ‘up grade’ quanto no ‘down grade’ do pacote de internet, ou seja, facilitamos ao máximo”, explica Diniz.

Teletrabalho

Augusto Diniz lembra ainda que, além do tipo de pacote a ser contratado, é importante avaliar qual será a nova demanda para uso da internet, no que se refere ao teletrabalho. A]No caso da TVN, a empresa oferece diversos tipos de internet, para atender às mais variadas necessidades.

“Há usuários que só precisam enviar e receber textos no email. Outros já demandam vídeos e arquivos mais pesados, e para esses a internet fibra óptica é a mais indicada. E há, ainda, uma opção bem mais ampla: a internet com link dedicado, exclusiva para atender ao cliente de forma personalizada e não compartilhada, para casos mais extremos, onde haverá um consumo muito maior de dados numa mesma unidade residencial ou empresarial. A tecnologia existe na TVN para atender a cada cliente de forma customizada e garantir, nessa hora de contingência, toda a confiabilidade necessária para o uso da internet residencial”, completou o diretor.

Em apoio à recomendação do Ministério da Saúde para que a população evite sair de casa para conter a disseminação da Covid-19, a TVN liberou vários canais de sua grade de programação para todos os clientes de TV por assinatura, mesmo àqueles que têm planos básicos. A medida é válida, inicialmente, até o próximo dia 31 de março e é uma das iniciativas que a TVN está tomando para tentar minimizar os impactos causados pelo avanço do coronavírus no Brasil

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte