Opinião | Artigo

A Peste de 1903 no Maranhão

Eziquio Barros Neto. Membro da Academia Caxiense de Letras20/03/2020

No início deste ano o mundo se deparou com o COVID-19, uma nova espécie de Coronavírus que se alastrou de forma fulminante pelo mundo, causando ações extremas dos governos para conter o contágio. Nessa semana o Brasil passou a adotar medidas preventivas, suspendendo eventos e incentivando as pessoas a ficarem em casa. No Maranhão, mesmo sem casos confirmados da doença, o Governo decretou uma série de medidas como a suspensão de aulas na rede pública e privada, além de restrições de aglomerações. O temor é a fácil contaminação da doença e, caso se alastre entre a população como ocorreu na Itália, o sistema público brasileiro não tenha condições de atender a todos os pacientes.

Estamos vivendo uma situação onde o senso de coletividade, a prevenção e conscientização são fundamentais. Em momentos como esse, a informação não tem preço. Por esse motivo o jornal O Estado está liberando o acesso gratuito a todo o seu conteúdo. Fique em casa e bem informado. Leia O Estado.

Já tenho cadastro

entrar

Ainda não tenho cadastro

Cadastre-se

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte