Política | Para 2021

Pré-candidato de São Luís defende adiamento das eleições

O pré-candidato também propôs que os recursos do Fundo Eleitoral de 2020 sejam realocados ao Ministério da Saúde para uso no combate ao vírus.
Gilberto Léda19/03/2020 às 08h03
Pré-candidato de São Luís defende adiamento das eleições1579547212-781398488.jpg (Paulo Soares)

O ex-juiz federal Carlos Madeira, pré-candidato a prefeito de São Luís pelo Solidariedade, defendeu ontem (19), em postagem na sua conta no Instagram, a suspensão das eleições de 2020.

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), ele sugeriu que o pleito, marcado para outubro, seja realizado apenas em 2021, com a consequente prorrogação dos mandatos dos atuais prefeitos e vereadores.

“Acho prudente a completa reformulação do calendário eleitoral, com a suspensão das eleições deste ano. Esse assunto somente poderá ser tratado por norma constitucional, mas uma Emenda à Constituição pode ser encaminhada ao Congresso para modificar a Constituição Federal e prorrogar os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores por 6 meses”, declarou.

O pré-candidato também propôs que os recursos do Fundo Eleitoral de 2020 sejam realocados ao Ministério da Saúde para uso no combate ao vírus.

“Sou favorável, também, à realocação dos recursos de fundo partidário para os órgãos de saúde do País. Neste momento dramático vivido pelo País, todos os esforços e recursos financeiros devem ser voltados para proteger a saúde das pessoas, sobretudo das pessoas mais pobres”, completou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte