Opinião | Artigo

A arte do encontro

Isa Albuquerque, Cineasta18/03/2020

Nossos maiores temores foram confirmados e temos uma pandemia atrapalhando toda a forma de encontros presenciais: escolas, shoppings, salas de Cinema, shows musicais, peças de teatro - toda a vida social e comercial do planeta, da forma como as conhecemos, de repente não existem mais. Nossa Matrix não está sendo ameaçada por uma epidemia de máquinas assassinas; os seres robóticos que povoam quase todo o imaginário futurista do planeta que destruiriam o nosso cotidiano para refundar as relações sociais, cederam lugar a um vírus de estrutura muito simples, a função épica de colocar toda a humanidade em cheque, para reavaliar a forma de civilização construída até hoje. Mais do que uma doença perigosa, o CoronaVirus tem o poder de asfixiar a produtividade em todas as áreas, pois, obriga o mundo a parar, a fim de desacelerar sua propagação.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte