Vida | Vida Ciência

As forças da natureza

Neste artigo, abordaremos as forças fundamentais da natureza, que são um mecanismo em que as partículas interagem entre si e que não pode ser explicado por nenhuma outra força que fundamente a origem de um fenômeno físico
Antonio José Silva Oliveira / físico, doutor em Física Atômica e Molecular, pós-doutor em Jornalismo Científico. Professor da UFMA28/02/2020

Cada fenômeno físico observado, desde uma colisão de galáxias até quarks agitando-se dentro de um próton, pode ser explicado por estas interações. Devido à sua importância fundamental, a compreensão dessas interações ocupou a atenção dos físicos por meio século e continua ocupando até hoje.
Tradicionalmente, a física moderna tem listado quatro interações: gravidade, eletromagnetismo, força nuclear eletrofraca (força fraca), e força nuclear forte (força forte). Suas magnitudes e seus comportamentos variam muito, mas existe uma tendência de que três dessas interações sejam a manifestação de uma única interação, mais fundamental, tal como a eletricidade e o magnetismo são agora entendidos como dois aspectos de uma interação eletromagnética. Eletromagnetismo e forças fracas têm-se mostrado semelhantes em dois aspectos da força eletrofraca. De forma mais especulativa, a força eletrofraca e a força forte podem vir a ser combinadas usando as teorias da grande unificação. Como combinar a quarta interação, a gravidade, com as outras três ainda é um tópico para a pesquisa em gravitação quântica.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte