DOM | Tendência

Oui Fle é referência em ensino do idioma francês em São Luís

Bem estruturada, pautada em abordagem comunicacional e com equipe de professores altamente qualificada, a escola tem proposta pedagógica alicerçada no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas
Ribamar Cunha / Subeditor de Economia15/02/2020
O primeiro contato com o francês

Apesar dos laços históricos de São Luís com a França – afinal a cidade foi fundada por Daniel de La Touche, Senhor de La Ravardière – apenas um ínfimo grupo de pessoas fala, lê e escreve o francês num universo de mais de 1 milhão de habitantes na capital maranhense. Além do que, poucos são os estabelecimentos escolares, públicos ou privados, que oferecem o ensino do idioma de Molière. Entre essas escolas, destaque para a Oui Fle (Oui Français Langue Étrangère).

Com três anos e meio no mercado de São Luís e localizada na Lagoa da Jansen, a palavra de ordem da Oui Fle é “aprender francês, falando francês”. Sua proposta pedagógica está alicerçada no Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas – QECR, padrão internacional utilizado para descrever habilidades linguísticas, que vai do nível A1 (introdutório) ao nível C2 (de domínio da língua).

Desse modo, os alunos da Oui Fle têm toda a sua aprendizagem baseada no QECR, os quais vão evoluindo na fala da língua francesa nos seguintes níveis: os níveis A1 e A2 correspondem à iniciação (falante básico); B1 e B2, ao nível intermediário (falante independente); e C1 e C2, que são a fase mais avançada (falante proficiente).

Periandro Ramos Barreto, diretor proprietário da Oui Fle

Segundo o diretor proprietário da Oui Fle, Periandro Ramos Barreto, formado pelo Departamento de Letras de Nancy, na França, e com 30 anos de experiência no mercado, não precisamos ser franceses para falar francês quando se tem uma escola estruturada, pautada em uma abordagem comunicacional e com uma equipe de professores (franceses e brasileiros) altamente qualificada. “A Oui Fle reúne todas essas qualidades e nosso diferencial é sermos exigentes em relação à fonética e à comunicação oral de nosso quadro docente, dois aspectos delicados na pedagogia da língua francesa”, ressalta.

Periandro informa que as aulas terão início na próxima semana. As turmas funcionam nas terças e quintas-feiras, das 18h30 às 19h45, e aos sábados, das 9h às 11h. Ele aproveita a oportunidade para convidar quem tem interesse em aprender francês, seja para viajar, para estudar ou simplesmente se aprofundar nos conhecimentos, que se matricule na Oui Fle. “Fazemos um convite especial para as crianças, que estão se interessando cada vez mais em aprender a falar francês, o que é super positivo”, diz.

Ateliê de conversação

Ateliês de conversação
A Oui Fle trabalha em uma perspectiva cultural global, através de ateliês de conversação (que são gratuitos e acontecem a cada 15 dias), onde são abordadas temáticas diversas da cultura e civilização francesas, como música, literatura, artes visuais (filmes), entre outras.

Um dos projetos da escola este ano é desenvolver a formação de guias de turismo do Maranhão no idioma francês, numa parceria com a Accent Français, localizada na cidade de Montpellier, na França, escola fundada em 1998 e reconhecida pelo Ministério da Educação francês, assim como pela Câmara do Comércio e Indústria de Paris.

Também está se iniciando uma parceria com a Accent Français para cursos de imersão em francês, com o aluno começando a estudar na Oui Fle, em São Luís, e podendo aprofundar a sua performance através de um programa de intercâmbio na França.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte