Esporte | Futebol internacional

Tuchel revela retorno de brasileiros, mas Neymar segue como dúvida no PSG

Técnico explicou a situação em entrevista coletiva nesta sexta-feira para a partida contra o Amiens, pela 25.ª rodada do Campeonato Francês
Estadão Conteúdo14/02/2020 às 16h23
Tuchel revela retorno de brasileiros, mas Neymar segue como dúvida no PSGNeymar esteve fora das últimas partidas do PSG por conta de uma lesão nas costelas (Divulgação)

Paris - Seis dias depois de confirmar as ausências de Thiago Silva, Marquinhos e Neymar na equipe para a partida do Paris Saint-Germain contra o Dijon, no meio de semana, pelas quartas de final da Copa da França, o técnico alemão Thomas Tuchel revelou nesta sexta-feira que dentre os brasileiros, o atacante é o único que ainda segue como dúvida. O camisa 10 esteve fora das últimas partidas do PSG por conta de uma lesão nas costelas, sofrida no final de janeiro.

O técnico explicou brevemente a situação em entrevista coletiva nesta sexta-feira para a partida contra o Amiens, fora de casa, pela 25.ª rodada do Campeonato Francês. "Dagba, Diallo e Kimpembe estão fora. Thiago Silva, Marquinhos e Bernat voltam. A única dúvida para este fim de semana é acerca de Neymar", comentou.

Neste sábado, o Paris Saint-Germain enfrenta o Amiens para manter a larga vantagem que tem na liderança do Campeonato Francês - 12 pontos a mais (61 a 49) que o vice Olympique de Marselha. Será o último jogo antes da equipe parisiense viajar até a Alemanha para encarar o Borussia Dortmund, na próxima terça-feira, no primeiro jogo das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

A expectativa é de que Neymar esteja recuperado para a competição continental. "Ele está treinando conosco normalmente porque no treinamento está com menos proteção, mas corre menos riscos do que em uma partida. O risco diminuiu a cada dia. Mas teremos que tomar uma decisão coletiva", disse Tuchel sobre a presença do brasileiro em Amiens. "Mas estará em Dortmund, estou certo disso. Mas sem estar em sua melhor forma. Vai nos ajudar, estou convencido", completou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte