Cidades | VIolência

Média de 300 mulheres buscam medida protetiva por mês em SL

Número foi divulgado pela juíza Lúcia Helena Barros Helluy da Silva, da 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher; uma média de 10 mulheres por dia pedem auxílio da Justiça por causa da violência
Nelson Melo / O Estado14/02/2020

Dados da 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de São Luís mostram que, em média, 300 mulheres estão procurando aquela unidade da Justiça em busca de uma medida protetiva. Número diz respeito somente na capital maranhense, ou seja, não engloba os demais municípios da região metropolitana. Com o intuito de coibir esse tipo de violência, está sendo realizada o projeto “Não Morra Maria da Penha”, no bairro Cidade Operária, durante sete dias. O encerramento será no próximo sábado, 15.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte