Geral | Coronavírus

Rotina de quarentena de repatriados em GO é mostrada em rede social

Grupo de repatriados chegou na manhã de domingo, 9, em Anápolis, após deixar Wuhan, na China, epicentro da doença; repatriada mostra rotina pela internet
11/02/2020
Rotina de quarentena de repatriados em GO é mostrada em rede socialRepatriada mostra em fotos em rede social, a rotina de exames na Base Aérea de Anápolis, em Goiás (Reprodução/Instagram)

Uma das 34 pessoas repatriadas da China devido ao coronavírus divulgou, nesta segunda-feira, 10, como foram as primeiras atividades na quarentena realizada na Base Aérea de Anápolis, a 55 km de Goiânia. Em uma rede social, ela postou fotos de uma colega passando por exames e de uma reunião sobre a rotina durante o isolamento, que durará 18 dias.

Pelas fotos, é possível ver que o exame é realizado na parte interna do Hotel de Trânsito onde o grupo está hospedado e faz as refeições.

Já a reunião é realizada na área externa, que fica ao lado do prédio e foi reservada aos repatriados. Lá, sobre um grande espaço gramado, foi montada uma enorme tenda.

Pela imagem, nota-se que há um painel na parte da frente onde há algumas instruções. No cabeçalho, consta a seguinte inscrição: “Rotina - Condutas de Boa Convivência”. As pessoas que ministram a palestra usam máscaras cirúrgicas.

Mais cedo, outros repatriados também contaram um pouco da rotina. Um deles disse que está sendo muito bem tratado e elogiou as acomodações é os médicos. Já outro afirmou que não estava acostumado a acordar ao som dos pássaros e estava “amando” aquilo.

Os repatriados estão hospedados no Hotel de Trânsito da base, que foi adaptado para recebê-los. Eles fizeram fotos e vídeos mostrando os quartos. No local, eles recebem seis refeições diárias e tem uma estrutura que inclui videogame, brinquedoteca, internet liberada e um espaço para assistirem apresentações artísticas.

No primeiro boletim divulgado pelo Ministério da Defesa, na noite de domingo, 9, e recebido pelo G1, foi informado que o grupo continua sem qualquer sintoma do coronavírus. A avaliação foi feita pelo Ministério da Saúde.

No sábado, 8, foram colhidas amostras de secreções no nariz e da garganta tanto dos repatriados como da equipe técnica que participou da operação de resgate. Elas serão analisadas para verificar a existência ou não de 21 tipos de vírus, além do coronavírus.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte