O Mundo | Infectado

Coronavírus: China abre inquérito após morte de médico que fez alerta

Li Wenliang trabalhava no Hospital Central de Wuhan e avisou colegas para o surgimento de um coronavírus; o médico, de 34 anos, foi contagiado por um doente infectado; o Partido Comunista Chinês quer inquérito exaustivo
08/02/2020

PEQUIM - As autoridades chinesas vão abrir um inquérito sobre o caso do médico de Wuhan repreendido pela polícia, depois de ter feito um alerta sobre o novo coronavírus, em dezembro do ano passado. Li Wenliang morreu quinta-feira,6, vítima do vírus para o qual alertou os colegas de profissão, em um grupo online. Nas redes sociais o médico é considerado um herói.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte