Alternativo | Festa

Para celebrar a cultura

Zumbi Bahia comanda hoje, às 18h, o evento "Afro de Mesa", na Casa do Maranhão, com apoio do Instituto Officina Affro e a participação de vários artistas
07/02/2020
Para celebrar a cultura Célia Sampaio é uma das atrações do evento

SÃO LUÍS- Uma profusão de artistas participa, hoje, do encontro “Afro de Mesa”, às 18h, na Casa do Maranhão (Praia Grande), sob o comando do Mestre Zumbi Bahia, com apoio do Instituto Officina Affro. A “Festa das Culturas Afro-Maranhenses” abrirá espaço para diversas manifestações artísticas e gêneros afros, a exemplo de capoeira, pagode, batuque, reggae, samba-enredo, afoxé, hip-hop, tambor de crioula, bumba meu boi, tambor de mina e zabumba.

Para se apresentar no palco, foram convidados Mestre Bamba, Gisele Padilha, Paulinho Akomabu, Tadeu de Obatalá, Careca do CCN, Célia Sampaio, Lúcia Gato, Luís Guerreiro, Gigi Moreira, Joãozinho Ribeiro, Joaquina Salazar e Anastácia Lia. Além desses, também participarão Damata do Abibimã, Fredy Lyma, Andréa Frazão, Alessandra Santos, Dejane de Oxalá, Pai José Itaparandy, Carçao Rastafari, Pai Bia, Pai Clemilson e Paula Guterres.

Segundo o Mestre Zumbi Bahia, cada artista cantará uma música. “Esta é a primeira edição da festa e a primeira vez que juntamos diversas vertentes em um único dia e no mesmo espaço, o que vai se constituir em um banquete cultural”, disse Zumbi Bahia.

Projeto
“Afro de Mesa”, conforme Zumbi Bahia, é uma das iniciativas do Instituto Officina Affro, que nasceu em 1982, por meio de um projeto de extensão da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), curso de Educação Física, tendo como responsável a professora Waldeci Vale, presidente da entidade e titular da cadeira de Dança da instituição. “O grupo, à época, foi criado como Grupo de Dança Comover, que servia de laboratório para os universitários do curso”, acrescentou Zumbi Bahia.

Por volta de 1994, o Instituto dedicou-se à disseminação das culturas afro-maranhenses, dando início ao trabalho dessas manifestações de influência africana. Desde então, passou a ser chamado de Instituto Officina Affro. O resultado desse trabalho durante o ano é apresentado no Carnaval, com o Bloco Officina Affro e São João, com o arraial itinerante “Acorda Povo”, que percorre as ruas do Apeadouro e João Paulo.

Serviço
O quê “Afro de Mesa’

Quando Hoje, às 18h

Onde Casa do Maranhão (Praia Grande)

Ingressos R$ 10,00, com direito a uma cartela para participar de Bingo, concorrendo a mil reais, à venda na sede do Instituto Officina Affro, na Travessa Padre Manuel da Nóbrega, no Apeadouro

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte