Esporte | De casa nova!

Maranhense Dyego Sousa é apresentado no Benfica de Portugal

Ele já realizou exames médicos e posou com a nova camisa ao lado do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira; no clube, Dyego tentará retomar os bons números na carreira
Thiago Bastos / O Estado03/02/2020
Maranhense Dyego Sousa é apresentado no Benfica de PortugalJogador posa com a camisa 20 ao lado do presidente benfiquista, Luis Filipe Vieira (Site Benfica)

O maranhense natural de São Luís, Dyego Souza, voltou ao futebol português, onde se consagrou no Braga há algumas temporadas, e é o novo reforço do Benfica para o restante da temporada. O clube aproveitou a janela para trazer o atleta, que estava no Shenzhen FC, da China.

Dyego Souza já realizou exames médicos e posou com a nova camisa ao lado do presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. No clube, Dyego tentará retomar os bons números na carreira. Na China, o jogador em 10 partidas marcou apenas 3 gols.

Para o maranhense, será uma emoção representar as “Águias”, como é conhecido o Benfica.

“É uma emoção muito grande. O clube tem uma dimensão enorme e sempre tentou a minha contratação. É um prazer e nem tenho as palavras certas, mas estou feliz. Já tinha ideia da grandeza do Benfica estando fora, mas, vendo por dentro, apercebemo-nos de que ainda é maior do que imaginamos”, afirmou à BTV.

Ele revelou ainda que o namoro com o Benfica era antigo. “Desde que jogava no Marítimo que era abordado. Sempre tive o sonho de jogar num grande de Portugal. O Benfica é um dos maiores clubes de Portugal. É muito grande, campeão, luta por títulos e, para um jogador, é um sonho que estou a poder realizar”, completou.

O avançado esteve por seis meses na China e quer voltar a balançar a rede tal como fez em 2018/2019, quando marcou 20 vezes. Por isso, foi convocado para a seleção portuguesa junto com Cristiano Ronaldo. “Acompanho sempre o campeonato português. O Benfica tem excelentes jogadores, um treinador que veio mudar o estilo de jogo, uma estrutura enorme. Isso vê-se em campo. A forma como a equipa joga, se entrega, a união dos jogadores. É como o míster disse, ou seja, para jogar no Benfica temos de correr”, afirmou.

O jogador revelou ainda, ao site do Benfica, como foi a aventura na superliga chinesa “Foi uma aventura. Tal como estive na China, também já estive em Angola. É sempre uma experiência e tento tirar os pontos positivos. Gostei do clube e da cidade. Já o campeonato chinês tem muitas paradas, é diferente do português. Para ganharmos ritmo é difícil. Gostei, mas gostei ainda mais de voltar. Estou em casa e num grande clube”, sublinhou.

O camisa 20 das águias é internacional quer voltar à seleção de Portugal.“É um objetivo. Já lá estive. Espero que, através do Benfica, possa dar o máximo e ter destaque. Sempre sonhei jogar na Seleção e cheguei com naturalidade. Tenho o objetivo de voltar e se acontecer é pela vontade de Deus”, considerou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte