O Mundo | Conflito

Israel indica que poderá anexar unilateralmente assentamentos na Cisjordânia

Netanyahu quer votar medida no domingo; ministro de Justiça forma equipe para iniciar processo
30/01/2020

WASHINGTON — A única consequência imediata do plano de paz anunciado pelo presidente Donald Trump — que deu sinal verde para que Israel anexe partes da Cisjordânia — começa a dar seus controversos primeiros sinais. O premier Benjamin Netanyahu pretende levar ao seu Gabinete, já no domingo, 2 de fevereiro,uma medida para anexar imediatamente os assentamentos israelenses, unilateralmente e sem acordo com os palestinos. A medida é um claro aceno político do primeiro-ministro para o eleitorado conservador e aos colonos, visando as eleições do dia 2 de março, as terceiras no país em menos de um ano.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte