Cidades | Período chuvoso

Definidos locais de abrigos para situações de emergência em Imperatriz

Medida preventiva será colocada à disposição em cincos bairros do município
16/01/2020 às 16h26
Definidos locais de abrigos para situações de emergência em ImperatrizNo Parque Alvorada, é a primeira vez que o riacho Cacau recebeu serviço de desobstrução e limpeza (Divulgação)

IMPERATRIZ - Foi definido em reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 16, da qual participaram a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinfra) e a Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sumpdec), os pontos de abrigos para situações de emergência que poderão ser utilizados por famílias imperatrizenses, em, caso de alagamentos e enchentes.

“Essa é uma medida preventiva que será disponibilizada, caso seja necessário, pela Prefeitura de Imperatriz”, disse o secretário Zigomar Filho, que acrescentou ainda que os locais escolhidos para serem utilizados como abrigo foram as quadras poliesportivas do Parque Alvorada; do bairro da Caema; da Escola Madalena de Canossa (Parque Santa Lúcia); do Recanto Universitário e Bairro Planalto.

“Esses pontos ficam nas proximidades das três grandes bacias que cortam a cidade - Cacau, Bacuri e Capivara -, nos bairros que foram fortemente atingidos pela enchente do ano passado, em Imperatriz”, assinalou.

O superintendente de Defesa Civil, Josiano Galvão, que também participou da reunião juntamente com o coordenador de Obras, Joselito Sultepa, destacou que todas essas medidas sejam adotadas preventivamente para prestar auxílio às famílias. "A Prefeitura se articula de forma preventiva para receber, caso haja necessidade, às famílias que forem atingidas pelas cheias dos riachos que cortam os bairros de Imperatriz”, ressaltou.

Força-tarefa
Frentes de serviços utilizando máquina retroescavadeira hidráulica atuam fortemente na desobstrução e limpeza do riacho Cacau, região do Parque Alvorada I e II; limpeza do riacho Bacuri e do Capivara, no grande Santa Rita.

“Esse trabalho pretende amenizar os impactos que podem ser causados pelas chuvas, principalmente nestas áreas que ficam próximas às bacias que cortam os bairros da cidade”, finalizou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte