Estado Maior

Só promessa

07/01/2020

A população de São Félix de Balsas aguarda há mais de dois anos o cumprimento de uma promessa feita em público pelo governador Flávio Dino (PCdoB): a construção de uma ponte na saída da cidade, ligando-a à MA-373.

No mês de outubro de 2017, então já em pré-campanha pela reeleição, o comunista cumpriu agenda governamental no município.

De lá, saiu com um compromisso: iniciar, até 2018, a construção da tão sonhada ponte e “tirar a cidade do isolamento”.

- É o maior compromisso que nós deixamos aqui - disse o comunista. Tudo com registro oficial no site do Governo do Maranhão.

Passaram-se dois anos e três meses desde a promessa e ainda hoje a população de São Félix (ou quem quer que precise entrar ou sair da cidade) segue pagando pedágio para atravessar o Rio Balsas, numa balsa.

Agora, quem garante que conseguirá os recursos para a obra é o senador Roberto Rocha (PSDB), adversário do governador maranhense.

Vale aguardar.


Falando nisso…

Por falar na malfadada promessa do governador Flávio Dino (PCdoB), chama atenção a aparente falta de interesse do governo no caso de São Félix de Balsas.

Segundo apurou a coluna, a licitação, com a devida abertura das propostas de empresas para a obra, ocorreu ainda em março do ano passado.

Uma empresa apresentou a melhor proposta, mas o certame nunca foi declarado encerrado, e o governo nunca assinou o contrato com a empreiteira.


Tudo bem

O ex-presidente José Sarney (MDB) esteve ontem no UDI Hospital, em São Luís, para uma pequena intervenção cirúrgica.

Ele retirou um sinal, e, após o procedimento, voltou imediatamente para casa.

Durante a manhã de segunda-feira, informações desencontradas chegaram a dar conta de uma suposta internação do ex-presidente, o que não procede.


Elogio

O governador Flávio Dino (PCdoB) elogiou em suas redes sociais o general Santos Cruz, ex- integrante da gestão Bolsonaro. Segundo o comunista, apesar de “diferenças ideológicas”, o militar registra vários acertos. O governador não especificou quais seriam.

Santos Cruz fez duras críticas ao atual presidente da República.

Dino, também crítico de Bolsonaro, aproveitou para dar mais uma cutucada sutil em seu desafeto.


Reação

No fim de semana, Flávio Dino também rebateu a acusação do deputado federal Marco Feliciano (Pode) que, ao citar o chefe do Executivo, disse que o comunista era um “ateu”.

Para Dino, sua religião e fé foram “desrespeitadas”.

A citação de Feliciano a Dino se referiu à possibilidade de inclusão do governador maranhense no cenário presidencial em 2022.


Firme

Apesar de não explicitar nenhuma novidade, chama a atenção a contundência da fala de Osmar Filho (PDT) sobre o cenário eleitoral e o lançamento de candidatura. Nem mesmo o grupo político de Flávio Dino (PCdoB) e Edivaldo Jr. (PDT) sabe qual rumo tomar.

Esperará março para ver o que fará, faltando apenas sete meses para o pleito.

Ou seja, pode ficar muito em cima para uma reversão no jogo que, por ora, é desfavorável ao grupo que está no poder.


De olho

800 dias já se vão, aproximadamente, desde que o governador Flávio Dino prometeu dar início à construção de uma ponte em São Félix de Balsas.


Saldo

Na primeira segunda-feira de 2020, o prefeito de São Luís, Edivaldo Jr. (PDT), retomou a agenda de vistorias a obras em execução na capital, começando pela Praça da Bíblia, no Centro.

O espaço está sendo requalificado. As obras estão em estágio avançado e já é possível perceber a transformação do espaço.

A Praça da Bíblia será uma das primeiras obras a serem entregues nos primeiros meses deste ano.


E mais

- Além da ponte em São Félix de Balsas, o governo Flávio Dino já atrasou em mais de um ano – de acordo com prazo contratual – a entrega da ponte Central-Bequimão, na Baixada.

- Presidente do Solidariedade no Maranhão, Simplício Araújo, garante que segue de pé o acerto para a filiação do juiz federal José Carlos Madeira, que deve se aposentar em janeiro.

- São cada vez mais fortes os rumores de que os deputados Duarte Júnior (PCdoB) e Wellington do Curso (PSDB) podem ficar de fora das eleições de 2020 em São Luís.


Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte