Polícia | Vítima e suspeito eram amigos de infância

Preso suspeito pela morte de faccionado no bairro da Alemanha

Os dois eram amigos desde a infância, mas ao ingressarem no mundo do crime, escolheram facções distintas; polícia procura outro envolvido
Nelson Melo27/12/2019
Preso suspeito pela morte de faccionado no bairro da Alemanha José Ribamar da Silva Monteles, um dos matadores de Dedeco, na Alemanha de (Divulgação)

SÃO LUÍS - Foi preso, no bairro Alemanha, em São Luís, um dos envolvidos na morte de Caio André Sampaio de Pinho, de 23 anos, fato ocorrido no fim da tarde de segunda-feira, 23, por volta das 16h30, naquela região. O suspeito foi identificado como sendo José Ribamar da Silva Monteles, mais conhecido como “Teté”. Ele foi capturado pela Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE). A polícia disse que o assassinato foi cometido devido à rivalidade entre duas facções criminosas.

De acordo com a DIAE, “Teté” foi localizado em uma região conhecida como Irmãos Coragem, que fica no bairro Alemanha. Ele e a vítima eram amigos desde infância. Ambos estudaram juntos nos tempos de escola. Mas seguiram caminhos distintos quando ingressaram no mundo do crime. Segundo os policiais militares da Diretoria, José Ribamar foi reconhecido pela testemunha que acompanhava Caio André no momento do homicídio.

Os policiais da DIAE, agora, estão tentando capturar o outro suspeito da morte de Caio André, cuja alcunha é “Tiago Boy”. A vítima havia sido presa em maio deste ano, na Vila Ivar Saldanha, na capital, juntamente com comparsas, quando se preparava para matar membros da facção rival.

A morte

Caio André Sampaio de Pinho foi executado com disparos de arma de fogo no meio da Rua do Peixe, na Alemanha. Segundo o 9º Batalhão de Polícia Militar (BPM), “Dedeco”, como era conhecido, foi atingido por cerca de cinco tiros. Ele ainda foi encaminhado ao Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão 1), mas não resistiu antes de ser levado ao Centro Cirúrgico.

O rapaz estava conversando com um amigo, quando foi surpreendido pelos disparos. Os dois suspeitos estavam em uma motocicleta.

Prisão em maio

Durante uma intervenção do 9º BPM, no dia 21 de maio deste ano, “Dedeco” foi preso em flagrante na Vila Ivar Saldanha. No total, foram capturados sete integrantes de uma facção criminosa que se preparavam para matar rivais naquela região. As prisões foram efetuadas na Travessa Renato Viana, por volta de 17h30 daquele dia. A guarnição apreendeu um revólver calibre .38 municiado e outros objetos, como balança de precisão, com o grupo.

Além de Caio André, foram presos Kairo Fabrício Almeida Martins; Danilo Rodrigues Araújo, 24; Yuri Souza Machado, de 20 anos; José De Arimatéia Da Cruz Ferreira, de 19 anos; Felipe Edisom Lima Rodrigues, de 26 anos. e Mateus Cristian Moreira Barros, de 19 anos. Os alvos da facção criminosa seriam os rivais Manoel De Oliveira Vieira, José Lucas Miranda Medeiros e Mayara Magri Coutinho Teixeira, que estavam em uma lista preparada pelo grupo.

A guarnição foi ao local após receber informações de integrantes de uma facção estariam prontos para executar seus inimigos. Ao perceberem a aproximação dos policiais, os suspeitos fizeram disparos de arma de fogo, mas foram dominados e capturados em uma área de manguezal. No local, havia indícios do plano dos faccionados, pois foram encontradas facas, cordas e arma de fogo. Nos celulares dos suspeitos havia registro de informações e fotos das pessoas que seriam executadas.

Os presos e materiais apreendidos foram apresentados no Plantão Central das Cajazeiras. Alguns sofreram escoriações leves em função das variações do terreno, durante a tentativa frustrada de escaparem da operação policial.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte