Estado Maior

Desafio lançado

24/12/2019

O senador Roberto Rocha (PSDB) lançou um desafio para o governador Flávio Dino (PCdoB) para que a MA-006 seja totalmente recuperada. São mais de 232 quilômetros de responsabilidade do governo estadual, mas que o tucano garante que conseguirá recuperar 142 quilômetros da estrada. Resta saber se o comunista topa o desafio e acaba com os problemas que a região de Balsas enfrenta.

A MA-006 é alvo de reclamações constantes por parte dos produtores de soja do sul do Maranhão. A via, nos últimos cinco anos, não recebeu a devida atenção do Poder Público e, com isso, o escoamento da produção vem sendo prejudicada. Os agricultores já até se mobilizaram para fazer melhorias por lá.

Apareceu agora uma oportunidade para extinguir os transtornos. Roberto Rocha se compromete a viabilizar – por meio do Governo Federal – uma obra de recuperação da MA-006 do trecho que compreende Balsas até Tasso Fragoso. Serão mais de 140 quilômetros.

Com essa obra, Rocha desafia o governo Flávio Dino a recuperar o trecho de Tasso Fragoso até Alto do Parnaíba. Serão somente 92 quilômetros para a gestão estadual se preocupar.

À coluna, o tucano disse que os primeiros meses do ano que se aproxima serão dedicados para a ser feito o projeto básico. Logo em seguida, será feita a licitação. Com isso, ficará tudo organizado para iniciar de fato o serviço que deixará o primeiro trecho da via recuperado.

Resta saber se o governo estadual topa o desafio para deixar a MA-006 pavimentada. “Não estou falando de tapa buraco. Estou me referindo a reconstrução total da rodovia, no padrão Dnit”, afirmou Roberto Rocha.

Responsabilidade

Não há motivos para o governador Flávio Dino não aceitar o desafio lançado pelo senador maranhense.

Isso porque o comunista – mais de uma vez – já colocou o seu governo à disposição da União para recuperar rodovias que são de responsabilidade do Governo Federal.

Se pode recuperar uma BR, não há porque não se voltar para trabalhar por uma MA, que é de total responsabilidade do estado.

Filiação

Existe um movimento crescente na Câmara Municipal de São Luís para que o PCdoB seja o partido com maior bancada na Casa antes de iniciar de fato os debates para a sucessão em São Luís.

A ideia é levar, pelo menos, 10 vereadores (alguns citados no caso das investigações do Gaeco) para compor os quadros do partido e por lá disputarem a reeleição. Reunião já aconteceram.

Se o movimento se concretizar, o PCdoB poderá ficar com 12 dos 31 parlamentares. Atualmente, o partido tem dois vereadores: Fátima Araújo e Marcelo Poeta.

Mensagem de natal

A ex-governador Roseana Sarney (MDB) divulgou ontem vídeo com felicitações natalinas à população do Maranhão.

A emedebista usou o bumba meu boi como destaque em sua mensagem para homenagear o Maranhão.

E a lembrança foi excelente, já que há menos de duas semanas, o bumba meu boi se tornou Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade.

Cortesia

Os secretários Marcelo Tavares (Casa Civil) e Rodrigo Lago (Articulação Política e Comunicação) estiveram ontem em visita ao Grupo Mirante.

Na visita de cortesia, os gestores conheceram os meios de comunicação do grupo. Tudo apresentado pelo empresário Fernando Sarney. Também estava na visita o deputado estadual Roberto Costa.

Quando esteve na Redação de O Estado, os secretários comentaram a respeito da verba da Cessão Onerosa que deve ficar disponível no penúltimo dia de 2019.

Dinheiro extra

O recurso é oriundo do leilão do pré-sal ocorrido no mês de novembro. Depois de muita negociação no Congresso e a realização da venda de área do pré-sal, o Maranhão ficou com R$ 280 milhões.

Segundo Marcelo Tavares, o dinheiro será direcionado para a Previdência, conforme prevê a lei referente à Cessão Onerosa.

Vale lembrar que para o estado chegou a ser cogitado mais de R$ 760 milhões, valor que foi reduzido após mudanças feitas na Câmara dos Deputados. Como a venda no leilão não saiu como esperado, o valor diminuiu ainda mais.

De olho

R$ 280 milhões é o valor que deverá cair nos cofres do estado no dia 30 de dezembro. A verba é oriunda da Cessão Onerosa.

Possibilidade

Um movimento interno no PCdoB já começa a ser formado para que o nome do secretário estadual de Segurança Pública, Jefferson Portela, seja incluído na lista de pré-candidatos da sigla para São Luís.

Para parte dos comunistas – e até membros do governo – Portela tem o perfil que pode trazer votos que hoje são contra o que defende a esquerda.

Explicando: por ser delegado, Jefferson Portela é capaz de alcançar uma parcela do eleitorado que, na prática, o PCdoB não tem.

E mais

- E não é somente o PCdoB que já trabalha para ter nomes da Câmara de São Luís ligados ao partido. O deputado federal e pré-candidato Eduardo Braide (Podemos) trabalha para ter o apoio de pelo menos 15 vereadores.

- Quando se filiou ao Podemos, Braide já trouxe consigo dois parlamentares: Marcial Lima e Cézar Bombeiro. Estes garantem que mais vereadores declararão apoio ao pré-candidato.

- Mais uma vez o Ministério Público Estadual denunciou a primeira-dama de Paço do Lumir, Núbia Dutra, por fraudes em licitação. Dessa vez foi para contratação de serviço no valor de R$ 6 milhões.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte