Cidades | Abordagens

Profissionais do sexo recebem ação educativa contra ISTs e AIDS

Atividade foi realizada em parceria com a Associação das Profissionais do Sexo do Maranhão e atingiu quase 80 pessoas que atuam no centro de São Luís e adjacências
22/12/2019 às 00h00
Profissionais do sexo recebem ação educativa contra ISTs e AIDSAbordagens pontuais foram realizadas ao longo do mês de dezembro (Divulgação)

A agenda de ações referentes ao mês de conscientização contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e a AIDS foi encerrada pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) com abordagens a profissionais do sexo que atuam no centro de São Luís e adjacências, realizada em parceria com a Associação das Profissionais do Sexo do Maranhão (Aprosma). Houve distribuição de preservativos e repasse de informações sobre as melhores formas de prevenção contra as doenças.

No total, quase 80 profissionais foram abordadas. Além delas, donos de bares da região central e usuários destes estabelecimentos também receberam preservativos. Esta foi a segunda programação do gênero nesta região da cidade em menos de um mês. Em novembro, o público recebeu camisinhas e se submeteu a testes rápidos.

Para o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, a melhor forma de prevenir a população contra as doenças (além da execução do planejamento interno feito pelo Programa Municipal de Controle das ISTs/AIDS e Hepatites Virais) é o trabalho em campo. “Nossos profissionais mantêm uma agenda intensa durante todo o ano. Sabemos que, neste tipo de estabelecimento, não há preocupação com a proteção imunológica. Daí a importância do nosso trabalho”, disse.

Para A.S., profissional do sexo que atua no Centro, o acompanhamento é fundamental para o dia a dia delas. “A gente não sabe com quem vai se deitar, o que o homem tem. Então estar prevenida é a melhor forma”, disse.

Está em andamento a elaboração do cronograma de abordagens do programa ISTs/AIDS durante o Carnaval do ano que vem. Segundo o setor, serão feitas incursões nos circuitos de rua no pré-Carnaval, previsto para a primeira semana de janeiro. Desde o dia 27 do mês passado, a Semus promove eventos referentes à prevenção contra as infecções repassadas via relação sexual.

Além de práticas na Feirinha São Luís, em terminais de integração (Cohama, Praia Grande e Cohab) e em unidades de ensino, os representantes da pasta também estiveram em unidades de ressocialização promovendo assistência aos jovens internados. “Foi um mês intenso que completou um ano proveitoso e nosso trabalho voltará com força plena e mobilização total dos profissionais a partir do ano que vem”, disse o coordenador do programa ISTs/AIDS, Wendell Alencar.

Até setembro deste ano, foram diagnosticados 80 casos de AIDS em adultos, configurando uma tendência de queda em relação ao ano passado, quando foram 291 casos.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte