O Mundo | Direitos humanos

Piñera assume abusos e promete assistência às vítimas

Presidente também anuncia revisão de protocolos policiais após sete semanas de protestos
11/12/2019

SANTIAGO — O presidente do Chile , Sebastián Piñera, reconheceu ontem, 10, que houve "violações dos direitos humanos" durante as últimas sete semanas de protestos no país e anunciou medidas de reparação às vítimas, além da revisão dos protocolos policiais. Na semana passada, vários organismos, como a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) e a Human Rights Watch, denunciaram o uso de força excessiva por parte do Estado durante os protestos.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte