Polícia | Violência

Clima de tensão é instalado por facção na área de Pedrinhas

Violência é devido ao confronto entre policiais e bandidos, o que resultou em duas mortes; uma casa foi incendiada, no domingo, como retaliação
26/11/2019
Clima de tensão é instalado por facção na área de Pedrinhas Casa na Travessa da Vitória, em Pedrinhas, foi incendiada em retaliação de bandidos (Divulgação)

Faccionados instalaram o clima de tensão na área de Pedrinhas. Uma residência, localizada na Travessa da Vitória, nesse bairro, foi incendiada durante a noite do último domingo, e, segundo a polícia, foi realizada por integrantes de uma facção criminosa como forma de retaliação do confronto entre policiais e bandidos, ocorrido na sexta-feira, 22, nessa localidade. Neste dia, dois criminosos foram mortos, um deles foi Christian Fernando Silva, de 19 anos, enquanto, o outro, um adolescente, de 17 anos.

Ainda no período da tarde de ontem estava o rastro de destruição na casa. O telhado veio abaixo, os móveis queimados, cacos de telhas espalhados pelo piso e o cheiro de fumaça permanecia no local. Também era possível observar que as outras residências dessa rua estavam com as portas e janelas fechadas. Há informação que muitos desses moradores abandonaram o seu lar com receio de sofrerem algum tipo de penalidade por partes de faccionados.

A maioria dos comerciantes não abriram as portas do seu estabelecimento comercial no sábado, 21, e, segundo os moradores, por determinação dos criminosos, que pretendiam invadir a qualquer momento a região. Somente, no período da manhã de segunda-feira, 22, que o comércio local voltou ao normal, mas, muitos proprietários ainda receosos devido o clima de violência. A principal conversa nessa área era que um dos mortos da sexta-feira era parente de um dos líderes de uma organização criminosa e estava planejando vingança.

Investigação

O delegado Paulo Arthur, da Seccional Sul da Superintendência da Polícia Civil da Capital, declarou que os policiais se deslocaram na tarde de ontem ao local e depararam com o rastro de destruição como também não encontraram nenhum morador.

Ainda nesse local havia várias casas fechadas. “A primeira linha de investigação que a casa teria sido incendiada por criminosos como forma de retaliação, pois, o proprietário dessa residência provavelmente tinha concedido informações sobre a localização de bandidos, mas, isso está sendo apurando. A polícia está no local com o objetivo de investigar o caso e identificar os acusados como também efetuar a prisão”, explicou o delegado.

Ele ainda disse que no decorrer da semana a polícia vai está mais presente na localidade e testemunhas serão ouvidas na delegacia. “Não encontramos ninguém no local, mas, a polícia está trabalhando e daremos uma resposta rápida para a sociedade”, comentou o delegado.

Confronto

Os policiais rodoviários federais, na manhã de sexta-feira, 22, receberam uma informação que um bando, composto por cinco criminosos, estava atacando um caminhão carregado de secos e molhados, nas proximidades da linha férrea de uma empresa de mineração, em Pedrinhas.

Os agentes federais se deslocaram até o local e foram recebidos à bala. Houve troca de tiros. Um dos assaltantes, Christian Silva, foi baleado e morreu na localidade. Enquanto, o outro bandido, um adolescente, de 17 anos, veio a falecer em um hospital, na capital.

Os outros integrantes do bando se embrenharam pela área de matagal. A carga foi recuperada e entregue para o proprietário. Um cerco da polícia e tendo apoio do helicóptero do Centro Tático Aéreo (CTA) foi montado, mas não conseguiu prender os quadrilheiros.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte