Esporte | Mata-mata

Maranhão inicia briga por vaga na final da Copa FMF

Em vantagem na disputa, o Bode inicia semifinais diante do Santa Quitéria, no Serejão, em Rosário
24/11/2019 às 21h14
Maranhão inicia briga por vaga na final da Copa FMFMAC tem a vantagem de decidir título em casa (De Jesus / O ESTADO)

SÃO LUÍS - Atual campeão e um dos times que mais investiu nesta Copa FMF, competição que vale vaga na Série D de 2020, o Maranhão entra em campo, nesta segunda-feira, 25, às 15h30, no Estádio Serejão (Rosário), para enfrentar o Santa Quitéria, pelo primeiro confronto das semifinais.
Na partida de volta, o MAC recebe o Santinha, sábado, 30, às 15h30, no Estádio Castelão, em São Luís. Por ter melhor campanha, o MAC tem a vantagem do empate no placar agregado e jogará a segunda partida em casa.

Depois de uma primeira fase irregular, com duas vitórias, dois empates e uma derrota, o Maranhão chegou à última rodada desta primeira fase da Copa FMF precisando de quase um milagre para avançar, mas avançou. O time do técnico Lucas Andrade conseguiu confirmar, na tarde da quarta-feira, 20, a sua classificação para a próxima fase ao bater o Pinheiro, no Estádio Costa Rodrigues, na cidade de Pinheiro, por 2 a 1.

O time vinha de uma sequência ruim, com três jogos sem vencer e chegando na última rodada do torneio correndo o risco de não avançar as semifinais.

Segundo Lucas Andrade, aquela partida foi o grande teste de fogo para os jogadores, que, até então, ainda não estavam com a confiança necessária para brigar por mais um título na competição.

“Como eu já havia dito, esse sim seria o grande teste de fogo para nós. E superamos. É claro que não ganhamos nada, apenas uma classificação. Mas esse era o nosso primeiro objetivo: chegar a uma semifinal. Dessa maneira como aconteceu, nos dá ainda mais confiança e pés no chão, para poder trabalhar muito e assim fazer duas boas partidas e consequentemente, chegar a final”, comentou o técnico, em entrevista ao Globoesporte.com.

Lucas acredita que o time, agora, entrará em campo, nestas semifinais, com mais tranquilidade. “Como eu sempre digo, sempre temos que melhorar, crescer tanto individualmente como seres humanos também. Tenho certeza que essa vitória de hoje, nos dará uma tranquilidade maior. Os atletas estavam sentindo, não à toa, por conta de três jogos sem vencer”, justificou

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte