Cidades | Punição

Crime organizado: rigor na punição à mulher é proporcional a ascensão

Quanto mais as mulheres sobem na hierarquia das facções, mais severas as punições se tornam para elas em caso de infrações; cabelos raspados, é traição
Nelson Melo / O Estado23/11/2019

Quando o assunto é crime organizado, geralmente, as pessoas associam logo aos homens. Isso é o resultado de um padrão social que não é inventado. Apesar dessa predominância masculina, um fenômeno intrigante está acontecendo na Região Metropolitana de São Luís, onde as mulheres estão assumindo posições de liderança dentro das facções criminosas. Como consequência, as punições nos chamados “tribunais do crime” se tornam mais rigorosas para elas.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte