Cidades | Poluição

Maré protege o estuário do Rio Anil de ser uma "fossa negra" em São Luís

Afirmativa é de ambientalista; em vários trechos do rio, na área do Centro há pontos que despejam e água poluída e lixo; movimento de maré acaba diminuindo a poluição e mantendo o local com animais vivos
Ismael Araújo / O Estado22/11/2019

Ambientalistas afirmam que o estuário do Rio Anil ainda não foi transformado em uma “fossa negra” devido à maré, que reduz a poluição da água. O rio possui uma extensão de mais de 13 quilômetros, percorre 55 bairros de São Luís e, ao longo do percurso, é possível constatar vários tipos de crime ambiental cometidos contra ela, principalmente, na região de beira-mar, no Centro. Nesta área, dezenas de pontos que despejam água poluída para o rio, além de grande quantidade de lixo.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte