O Mundo | Investigação

Testemunha diz que seguiu ordens de Trump sobre Ucrânia

Gordon Sondland, embaixador dos EUA para a UE, afirma que investigações sobre os rivais políticos de Trump eram ''troca de favores''; ele falou sobre a campanha para pressionar a Ucrânia
21/11/2019

WASHINGTON — No quarto dia de depoimentos públicos no inquérito que poderá levar à abertura de um processo de impeachment contra Donald Trump, Gordon Sondland, embaixador dos EUA para a União Europeia, evidenciou uma série de incongruências na defesa do presidente americano. Sondland, testemunha mais esperada, disse que a campanha de pressão americana para que a Ucrânia investigasse o ex-vice-presidente Joe Biden e seu filho, Hunter, “seguia as ordens do presidente”.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte