Política | Previdência do MA

Adriano contesta tese de que reforma é imposição legal imediata

Parlamentar foi um dos que votaram contra texto encaminhado pelo governo Flávio Dino
Gilberto Léda21/11/2019

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) contestou ontem, em discurso antes da votação da proposta de reforma da Previdência do Maranhão, a informação do governo Flávio Dino (PCdoB) de que o envio do projeto e sua aprovação em regime de urgência atende a uma determinação legal do governo federal. A tese foi levantada desde terça-feira, 19, por membros da base aliada ao comunista.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte