Geral | Recurso

Governo Federal financiará plano de mobilidade urbana em São José de Ribamar

Município da região metropolitana de São Luís foi incluído em pacote de recursos que atenderá localidades com até 250 mil habitantes
Daniel Matos19/11/2019 às 18h48
Governo Federal financiará plano de mobilidade urbana em São José de RibamarSão José de Ribamar terá verba para plano de mobilidade urbana (Divulgação)

BRASÍLIA - O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) aprovou o financiamento de projetos na área de mobilidade urbana para 14 cidades dos estados do Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, por meio do Programa Avançar Cidades. Os municípios foram selecionados no Grupo 1 da iniciativa e terão acesso a R$ 66,1 milhões para investimento.

Os recursos serão destinados à contratação de obras de qualificação viária e elaboração de estudos e projetos em Aparecida do Taboado (MS), Cordeirópolis (SP), Guarantã do Norte (MT), Nova Olímpia (MT), Nova Trento (SC), Novorizonte (MG), Parobé (RS), Pérola (PR), Sapiranga (ES), Serra Negra (SP), Tenente Portela (RS), Tupanci do Sul (RS) e Veranópolis (RS). Em São José de Ribamar, no Maranhão, o financiamento viabilizará também a construção do Plano de Mobilidade Urbana.

Esta é a quarta lista de propostas aprovada pelo MDR no âmbito do Grupo 1 neste ano. As demais estão disponíveis neste link. O Programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana está dividido em dois grupos, conforme o porte do município. O Grupo 1 é composto por cidades com até 250 mil habitantes, enquanto o Grupo 2 inclui os centros urbanos com população superior a 250 mil moradores.

Ações em 2019

Neste ano, o MDR já aprovou R$ 984,2 milhões em financiamentos para 132 cidades brasileiras por meio do Programa. Ao todo, R$ 838,1 milhões foram destinados a 132 municípios que integram o Grupo 1, enquanto quatro localidades do Grupo 2 tiveram acesso a R$ 146,1 milhões.

A divulgação das Portarias de seleção de proposta representa a última etapa para a obtenção do financiamento. As cartas-consulta foram apresentadas aos agentes financeiros e obtiveram parecer favorável aos projetos básicos dos empreendimentos e às análises de risco e de engenharia.

Condições de financiamento

Os recursos disponibilizados para o Avançar Cidades – Mobilidade Urbana são de financiamento, oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), conforme o previsto no Programa de Infraestrutura de Transporte e da Mobilidade Urbana (Pró-Transporte), regulamentado pela Instrução Normativa nº 27/2017.

A taxa nominal de juros das operações de empréstimo do Pró-Transporte é de 6% ao ano, podendo ser acrescida taxa diferencial de até 2% e taxa de risco de crédito de até 1%. O prazo para pagamento pode chegar a 20 anos, com carência de até 48 meses para o início do pagamento.

Após a seleção final pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, os municípios têm até um ano para formalizar a contratação da proposta com o agente financeiro. Os proponentes poderão acessar o financiamento em diversas instituições financeiras habilitadas no Pró-Transporte.

O cadastramento de propostas para o Avançar Cidades – Mobilidade Urbana está disponível no site do Ministério do Desenvolvimento Regional. Dúvidas e mais informações: avancar.cidades@mdr.gov.br.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte