PH | COLUNA SOCIAL

Pergentino Holanda

18/11/2019

Mistério?
Há anos me pergunto: o que foi feito das máquinas de escrever? Tampas de caneta Bic se perdem, guarda-chuvas se perdem e a gente sempre perde um único pé de meia, mas, tudo bem, tampas de caneta Bic devem estar nos vãos das calçadas, meias devem estar entupindo bueiros e guarda-chuvas estão com os malditos ladrões de guarda-chuvas.
E as máquinas de escrever? Para onde foram? Todas as casas tinham uma máquina de escrever, escritórios tinham dezenas delas, redações de jornal tinham centenas, e máquinas de escrever são objetos grandes e pesados e não são facilmente desmontáveis.
Um carro é mais fácil de ser desmembrado e reutilizado do que uma máquina de escrever. Para onde foram todas, utilizadas por mais de um século pela Humanidade? Existe algum cemitério de máquinas de escrever em algum lugar?
Alguém me desvende esse mistério, por favor.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte