Cidades | Vacinação

Nova fase da campanha de imunização contra sarampo começa hoje em SL

Desta vez público-alvo da campanha abrange pessoas de 20 e 29 anos; vacinação contra o sarampo será realizada até o dia 30 de novembro e integra política de saúde preventiva implantada no Município
18/11/2019
Nova fase da campanha de imunização contra sarampo começa hoje em SLCrianças já foram imunizadas contra o sarampo; agora, a campanha atenderá pessoas de 20 a 29 anos (Divulgação)

A partir desta segunda-feira (18), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) inicia a segunda etapa da campanha de vacinação contra o sarampo, abrangendo pessoas de 20 a 29 anos de idade. As ações, que incluirão unidades móveis para vacinação em faculdades e oferta dos postos fixos de saúde, atendem ao calendário definido pelo Ministério da Saúde e se estenderão até o dia 30 de novembro, como parte da política de saúde preventiva implantada pelo Município.

No último sábado do mês (30), de acordo com a coordenação do setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, será promovido o Dia D, com abertura de unidades volantes em shoppings e em outros pontos da cidade, além do funcionamento integral das unidades de saúde.

O objetivo da Prefeitura de São Luís é novamente superar a meta estabelecida pelo Governo Federal. Na fase inicial dos trabalhos, que envolveu crianças entre seis meses e menores de cinco anos, foram imunizadas quase 12 mil pessoas. A abrangência maior, de acordo com o boletim do Ministério, foi o público de um a dois anos. Nesta faixa etária, 8.480 crianças foram protegidas.

Para o secretário municipal de Saúde Lula Fylho, esta segunda etapa é fundamental, já que consolidará as ações de proteção contra a doença na cidade. “A população pode e deve ficar tranquila. Nossa gestão, através de ações importantes no setor de imunização, conseguiu controlar a doença e, com ações de conscientização, o próximo público irá, sem dúvida, atender ao chamado e comparecer aos postos e outras unidades que serão montadas”, disse.

No dia 19 do mês passado, a Semus promoveu o dia D da primeira fase da campanha. Na ocasião, os postos de saúde estiveram abertos das 8h ao meio-dia. À tarde, nos shoppings Rio Anil, São Luís e da Ilha, foram montados postos volantes disponíveis das 15h às 19h. O sarampo é uma doença grave e pode levar a pessoa a desenvolver complicações, como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos.

SAIBA MAIS

O sarampo é causado por um vírus altamente contagioso - 90% das pessoas sem imunidade que compartilham espaços com pessoas contaminadas contraem a doença, sendo transmitido através do contato com gotículas do nariz, da boca ou da garganta da pessoa infectada, quando ela tosse, espirra e respira.
Os sintomas se manifestam entre 10 e 14 dias após a exposição ao vírus e incluem coriza, tosse, infecção nos olhos, erupção cutânea e febre alta. Três a cinco dias após o início dos sintomas, uma erupção cutânea explode. Geralmente, começa como manchas vermelhas planas que aparecem no rosto na linha do cabelo e se espalham para o pescoço, tronco, braços, pernas e pés. O diagnóstico clínico do sarampo demanda um histórico de febre de pelo menos três dias e a presença de pelo menos um dos três seguintes sintomas: tosse, coriza ou conjuntivite. Grupos de pequenas manchas brancas no interior da boca, conhecidas como manchas de Koplik, também são um sinal de sarampo. Essas manchas geralmente aparecem dois dias antes da coceira característica do sarampo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte