Organize-se

Como o minimalismo pode ajudar você a ser mais organizado

Viver apenas como o essencial traz benefícios surpreendentes. Veja ainda como conciliar maternidade e organização
Lanny Bedasi, jornalista e personal organizer16/11/2019

+ TEMPO | Como o Minimalismo pode ajudar você a ser mais organizado

Para início de conversa, minimalismo tem mais a ver com qualidade que quantidade. É um estilo de vida que orienta a viver apenas com o que é essencial. Um minimalista não tolera desperdício e faz bons investimentos apenas naquilo que faz sentido para ele.

Esta maneira sustentável de viver tem uma regra simples que ajuda muito quando o assunto é organização de casa. Pegue os objetos de um ambiente e pergunte-se: Eu preciso mesmo disso? É útil? Se não for um sim pleno, pode ser dispensado.

Nesta caminhada você vai se conhecendo mais e identificando o que realmente é importante. Você controla as coisas, não o contrário. Você decide o que sai e o que fica.

Usar apenas o necessário facilita a vida e a organização

Alguns benefícios:

- Você consegue realizar mais devido ao controle de recursos que você tem.

- Menos limpeza na casa.

- Menos estresse na vida.

- Casa mais organizada.

- Mais dinheiro.

- Autoconhecimento.

Então, o que de fato é importante para você? Você consegue jogar fora o que não precisa e se concentrar no que precisa?

Pegar pela mão e ensinar o caminho da organização é fundamental

TUDO EM ORDEM | Maternidade e organização: um pouco da minha experiência

Você chega em casa depois de um dia de trabalho e deixa uma trilha de coisas espalhadas pela casa até chegar no quarto. Tipo... os sapatos jogado atrás da porta, a bolsa no sofá, as chaves sobre a mesa, o celular... cadê o celular?! Ah, está no bolso da calça... e por aí vai. E depois quer cobrar do filho um quarto organizado, fica meio complicado, né?

Hoje quero falar um pouco da minha experiência sobre maternidade e organização. Uma vez ouvi alguém dizer que o exemplo não é a melhor maneira de educar, mas a única. É segurar na mão e fazer junto. E acredito muito nisso!

No entanto, você pode dizer: Faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço! Porém, quero lhe dizer que quando o assunto é organização para crianças, o exemplo é de fato a única maneira para ensinar.

Desde sempre oriento minha filha (hoje com 9 anos) a manter as coisinhas dela em ordem e a fazer doações. Mas antes, tive que fazer algumas alterações no meu estilo de vida para chegar a este ponto. Então, se você tem dificuldades em orientar seu filho neste aspecto (ou em outros), sugiro que primeiro dê uma olhadinha para dentro de si e tente detectar hábitos que precisam ser mudados. Nossos filhos sempre estão de olho em tudo que fazemos e falamos. Então, muito cuidado!

No meu caso, sempre falei com Ana Clara como se ela entendesse tudo (e de fato entendia – rs), mas minhas orientações sempre foram realizadas com práticas. Eu sentava, falava, fazia, pedia para ela repetir. Ela não queria. Chorava. E eu persistia sempre com docilidade e firmeza em minhas palavras. Dava um tempo para ela e depois chamava de novo. Sentava no chão. Falava, fazia e pedia para ela repetir.

É assim mesmo! Tem que ter amor e paciência! Assim como você, eu também sou uma profissional que quer um momento de descanso, mas há algo na vida chamada equilíbrio. E para viver bem, precisamos e muito disto!

É muito claro em minha mente que tenho a oportunidade e responsabilidade de educar uma pessoinha que um dia pode mudar o mundo e em todos os momentos aproveito a oportunidade em ensinar não só a organização do espaço físico, mas a deixar a mente em ordem. E isto, ela levará para o resto da vida. Por exemplo, quando ela tinha 5 anos me perguntou onde estava seu chinelinho, pois o pai estava à sua espera com a porta do elevador aberta. Imagine a angústia desta criança (rs)?!? Aproveitei a oportunidade e disse rapidinho enquanto procurávamos: Viu como é importante manter as coisas em ordem?! Se você tivesse deixado seu chinelo no lugar onde é para ficar, você acharia rapidinho!!! –- Daí ela parou e disse: É verdade mamãe!!

Crianças são espertas e aprendem muito rápido. Faça perguntas e deixe que elas pensem na resposta. Outro dia meu esposo estava com ela no quarto e perguntou: Filha, por que você tem que deixar seu quarto organizado? Ela respondeu sem titubear: Para eu achar as coisas mais rápido!

Confesso que não foi muito fácil ensiná-la a organizar seu quarto. 'Desencanei' um pouco porque ficava louca quando via tudo bagunçado. Mas não cedia! Deixava o quarto do jeito que ela bagunçou e dizia que no dia seguinte ela iria organizar.

Outra coisa, a estimulei a brincar com brinquedos somente no quarto – claro, que algumas vezes abro exceção para ela brincar na sala, mas nem sempre! Desta forma, nada fica espalhado e ela tem seu espaço.

Delimitar um espaço para cada coisa é essencial neste processo. Veja os espaços que você tem e defina as “áreas”: estudo, brincadeira, descanso.

Espero que minhas experiências tenham impactado de alguma forma sua vida!!!!

LÁ EM CASA | Como organizar semanalmente os looks de trabalho em 5 passos

Nem sempre temos ânimo matinal para encontrar uma roupa para trabalhar. Pior é quando acordamos atrasadas, neste caso, o caos está instaurado!

Mas, não se preocupe. Tenho uma sugestão para evitar estresse em apenas 5 passos. Mas, antes de tudo, separe um tempo - que pode ser na sua folga ou final de semana - para se dedicar a esta tarefa. Vale a pena. Eu garanto!

PASSO 1: Selecione peças de roupas que:

- Você já usa para trabalhar

- Não sujam com facilidade, são versáteis e que podem ser usadas mais de uma vez

- Nunca mais usou, mas que ainda cabem em você

- Não usa apenas porque precisam de ajustes - neste caso, conserte imediatamente.

PASSO 2: Veja sua agenda

- Anote tudo: se você vai passar o dia fora com cliente, se terá uma reunião importante ou se até mesmo se vai a um aniversário logo após sair do trabalho. Tudo isso influenciará na hora de deixar as roupas separadas.

- Pesquise a previsão do tempo. Parece bobagem, mas é um fator importante na hora de escolher o look

PASSO 3: Faça combinações

- Escolha uma peça de baixo e faça pelo menos 3 combinações com ela

- Separe os acessórios. Caso seja um max colar, deixe-o pendurado no cabide junto com o look

PASSO 4: Experimente

- Se você já sabe como o look fica porque já usou, tudo bem. Mas se está sendo criativa para sair da mesmice, experimente para não ser pega de surpresa.

Organize cada look em um cabide específico

PASSO 5: Pendure no cabide

- Com os looks já elaborados, monte cada um em um ou dois cabides

- Escolha um lado do closet ou guarda-roupa para juntar todos os looks já na sequência de uso (segunda, terça...).

MAIS: Se quiser facilitar ainda mais, use um identificador que você mesma pode fazer com papel cartão de cores diferentes e pendurá-los nos respectivos cabides.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte