COLUNA

Ainda a reforma tributária

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h22

A Assembleia Legislativa realiza hoje a primeira edição do ciclo de palestras “O Maranhão Discutindo o Brasil”. A iniciativa tem como objetivo proporcionar aos municípios maranhenses a discussão de importantes temas nacionais que estejam sendo debatidos na Câmara dos Deputados e no Senado da República, e possam afetar os maranhenses.
Entre os temas que serão debatidos na primeira edição do ciclo de palestras, está a reforma tributária, com a presença de especialistas no assunto, entre eles o professor doutor Eduardo Fagnani. Ele ministrará a palestra “A necessidade da Reforma Tributária Justa, Solidária e Sustentável”. Em seguida, a partir das 10h, será proferia palestra com o tema “Reforma Tributária” pelo economista Eduardo Moreira.
Entusiasta do programa, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), diz que esse é um projeto que vai inserir a população maranhense nas discussões sobre os grandes problemas do Brasil.
- Nosso objetivo é inserir os municípios maranhenses na discussão dos importantes temas que estejam sendo debatidos em nível nacional e que atingem diretamente todos os brasileiros -, disse Othelino Neto.
No Senado, o relator da reforma é o senador maranhense Roberto Rocha (PSDB).

Olha o golpe!
O deputado Eduardo Braide divulgou ontem um alerta de que seu celular foi clonado por criminosos.
Na mensagem, ele diz que é falso qualquer pedido de transferência bancária feito em seu nome. E pede que contatos desse tipo sejam reportados para ajudar na captura dos bandidos.
Há algumas semanas, também foi alvo do mesmo golpe o deputado federal Aluisio Mendes. O modus operandi é o mesmo: após apossar-se do número da vítima, o invasor aciona contatos frequentes e mais próximos pedindo ajuda em transferências bancárias devido ao suposto estouro de limite.

Destaque após saques
Nas redes sociais, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) elogiou os dados de cargas movimentadas no Porto do Itaqui. Segundo o gestor, há “garantia” de que 2019 será o melhor ano da história do setor.
De acordo com o comunista, haverá “recorde de cargas movimentadas”. Por fim, Dino elogia - segundo ele - a gestão “séria e eficiente da Emap”.
Em julho deste ano, o Executivo admitiu saques no caixa da empresa voltada para a administração portuária.

Inalterado
A possibilidade de saída do presidente da República, Jair Bolsonaro, do PSL - que deve ser confirmada hoje - não deverá alterar o atual cenário da sigla no Maranhão.
Nos bastidores, apesar de críticas, o líder da legenda no estado, Chico Carvalho, deve permanecer no cargo.
Ele deverá ser o responsável - em comum acordo com a cúpula nacional - de conduzir a participação do partido nas eleições locais no ano que vem.

Pegou mal
Não foi recebida bem internamente a postagem, divulgada no domingo (10), em que o deputado estadual e possível candidato a prefeito na capital Duarte Júnior (PCdoB) critica a gestão do secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho. De acordo com o parlamentar comunista, o setor na cidade carece de investimentos.
A postagem suscitou resposta imediata do secretário, que escreveu tratar-se de uma “análise míope”.
Fontes da coluna afirmaram que este tipo de postura de Duarte Júnior o afasta das pretensões de se lançar candidato pela sigla.

Audiência
Está prevista para hoje a quarta audiência com a sociedade civil organizada pela Câmara de São Luís para discutir o Plano Diretor da cidade. De acordo com informações da Câmara, a reunião será às 19h, no Auditório da Cidade Universitária Paulo VI, da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).
Segundo o cronograma oficial, além desta, outras quatro audiências devem ocorrer até o próximo dia 26.
Em seguida, a matéria será tema de debates nas comissões antes de ir a Plenário.

Liberado
O deputado Yglésio Moyses, ainda no PDT, já está oficialmente liberado para deixar o partido.
O presidente da sigla Maranhão, senador Weverton Rocha, confirmou ao jornalista Marco D’Eça que assinou a carta de anuência do parlamentar. Com isso, ele tem respaldo para buscar nova legenda, sem risco de perder o mandato na Assembleia.
Yglésio é pré-candidato a prefeito de São Luís, mas no PDT não teria legenda, porque o partido tem predileção pelo nome do presidente da Câmara, vereador Osmar Filho.

DE OLHO

R$ 45 milhões é o valor de contratos da Prefeitura de Imperatriz com a Citelum, para iluminação pública, alvo de apuração do Ministério Público.

E MAIS

• Não é nada boa a relação entre o secretário de Segurança, Jefferson Portela, e o comandante da PM do Maranhão, Ismael Fonseca.

• O deputado Duarte Jr. (PCdoB) segue mandando indiretas e disparando petardos (não tão indiretos assim) contra aliados e membros do entorno do Palácio dos Leões.

• Um dos principais nomes da oposição ao governo Flávio Dino, o deputado Adriano Sarney (PV) mantém agenda em toda a São Luís de olho numa candidatura em 2020.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.