Alternativo | Cinema

"Chorão: Marginal Alado" ganha prêmio na 43ª Mostra Internacional de Cinema de SP

Charlie Brown Jr. celebra premiação do cineasta Felipe Moraes de melhor documentário em votação do júri popular
01/11/2019 às 14h16
"Chorão: Marginal Alado" ganha prêmio na 43ª Mostra Internacional de Cinema de SPO cantor e compositor Chorão faleceu em 2013 (Divulgação)

SÃO PAULO- Depois de fazer grandes e emblemáticos shows pelo Brasil com os primeiro shows da turnê “Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr”, a banda comemora o bom momento com o prêmio de melhor documentário nacional eleito pelo júri popular na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo com o filme “Chorão: Marginal Alado”, do diretor Felipe Novaes e também festeja a bem-sucedida participação no Rock in Rio, que levou os fãs a grandes momentos de nostalgia.

“Chorão: Marginal Alado” narra a vida e a carreira de Chorão, líder da banda Charlie Brown Jr., por meio de imagens inéditas e depoimentos de amigos, familiares, funcionários e até mesmo desafetos. Entre as entrevistas estão depoimentos de João Gordo, Marcelo Nova, Zeca Baleiro, Serginho Groisman e Champignon, ex-companheiro de banda. Previsto para estrear no primeiro semestre de 2020 nos cinemas, o filme levou o prêmio da competição principal da 43ª Mostra de Cinema de São Paulo com votos do júri popular.

Foram 6 anos de pesquisa do diretor; além de material divulgado, o filme também contou com todo o acervo familiar de Chorão: “Entreguei 600 horas de material audiovisual bruto para os produtores do documentário com imagens dos shows, as viagens, a banda na estrada, nos camarins, os ensaios, as brigas e brincadeiras”, conta Alexandre Abrão, filho do Chorão.

A banda também comemora a participação no Rock in Rio. A mídia que realizou a cobertura do show destacou o grupo como uma das principais atrações do festival, principalmente pela comoção que causou no público. No show, além dos hits como “Proibida Pra Mim”, “Lutar pelo Que é Meu”, “Lugar Ao Sol” e “Só Os Loucos Sabem”, Chorão participou de maneira interativa em diversos momentos da apresentação em tempo real acompanhado pela banda que tocava ao vivo.

“O show é uma celebração ao meu pai, ao Champs e a história do Charlie Brown”, conta Alexandre Abrão, idealizador da turnê comemorativa.

Para 2020, a banda continuará a rodar o Brasil com a turnê “Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr" e a ação social “Chorão Day – Um Lugar ao Sol”, que une artes urbanas, conscientização e atitude. O projeto traz atividades esportivas e de lazer e atendimentos à população direcionados à prevenção ao uso de substâncias químicas.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte