Esporte | Ultimato

Final da Libertadores será no Chile, garante ministra dos Esportes

Apesar do clima tenso no território chileno, por protestos nas últimas semanas, a gestora disse em entrevista coletiva que toda a estrutura de segurança será montada
30/10/2019 às 16h13
Final da Libertadores será no Chile, garante ministra dos EsportesFlamengo e River Plate duelarão em Santiago (CHI) (Divulgação)

A ministra dos Esportes do Chile, Cecília Perez, garantiu que a final da Libertadores da América entre Flamengo (BRA) e River Plate (ARG), prevista para o dia 23 de novembro no país, está garantida. Apesar do clima tenso no território chileno, por protestos nas últimas semanas, a gestora disse em entrevista coletiva que toda a estrutura de segurança será montada para receber torcedores, imprensa, convidados e as delegações das equipes.

Segundo ela, o governo chileno dará todo o apoio necessário. "Afirmamos nossa firme vontade e compromisso de realizar esta final. O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O Ministério do Interior se encarregará de coordenar a segurança, para que seja uma festa esportiva que faça bem para o país", disse.

Pouco depois do pronunciamento, a Conmebol postou em suas redes sociais uma mensagem de agradecimento ao apoio do governo chileno.

Uma reunião de emergência foi convocada para discutir o assunto foi convocada. A possibilidade de se ter uma final em dois jogos é bem improvável, uma vez que mudaria o regulamento e há muitos contratos comerciais já envolvidos.

Com o ambiente instável, outros locais passaram a ser especulados para ser a nova sede da decisão. O Paraguai, palco da final da Copa Sul-Americana, no dia 9 de novembro, chegou a se oferecer para realizar o jogo.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte