Cidades | O lado bom e ruim da profissão

Ser professor é ter reconhecimento e acumular traumas no dia a dia

Carreira exige, além de conhecimento, dedicação em áreas do saber; também é fomentadora do medo e de traumas no profissional; docentes que fazem de sua profissão um sacerdócio ainda recebem gratidão dos alunos
Thiago Bastos / O Estado12/10/2019

“Até hoje, quando escuto a sirene da escola, sinto arrepio!”. A frase é de uma professora que, por medo, preferiu preservar a identidade. Aos 59 anos, a profissional é apenas um exemplo do quanto a carreira de magistério pode gerar traumas. Em contrapartida, a profissão ainda glorifica trajetórias que, de tão belas, são qua­se inacreditáveis.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte