Geral | Educação

Vetado projeto que previa psicólogos nas escolas públicas

Lei aprovada pelo Congresso e defendida por entidades do setor dava um ano para escolas públicas incluírem serviços de psicologia e de serviço social. Veto do presidente alega "inconstitucionalidade e contrariedade ao interesse público" no projeto
10/10/2019

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente um projeto de lei que obrigava escolas públicas a contar com profissionais de psicologia e de assistência social. O veto, publicado ontem, 9, no Diário Oficial da União, vê “inconstitucionalidade e contrariedade ao interesse público” na proposta aprovada pelo Congresso Nacional em setembro.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte