Cidades | Diversão

Idosos atendidos pelo sistema de saúde municipal ganham manhã de lazer

Pacientes assistidos pelo Centro de Saúde da Liberdade participaram, no Dia Internacional do Idoso, de atividades no Parque Botânico da Vale
02/10/2019 às 15h16
Idosos atendidos pelo sistema de saúde municipal ganham manhã de lazerIdosos se divertiram com aula de zumba (Divulgação)

Em referência ao Dia Internacional do Idoso, comemorado nesta terça-feira (1º), a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) promoveu, no Parque Botânico da Vale (no Anjo da Guarda), aula de zumba - programa de fitness com uso de músicas - com idosos assistidos e acompanhados diariamente por profissionais do Centro de Saúde da Liberdade, em São Luís. Cerca de 100 pessoas acima dos 60 anos participaram da atividade, que integra a política de atenção ao idoso.

A programação começou às 9h com visitação a parte dos 100 hectares da área de preservação ambiental da Vale, localizada no Complexo Industrial Portuário da Ponta da Madeira. Em seguida, representantes de projeto social do bairro Liberdade ministraram exercícios de zumba, cujas músicas eram acompanhadas com dedicação pelo público idoso.

Além de samba e MPB, os participantes se divertiram ao som de músicas eletrônicas. O objetivo do trabalho, de acordo com a direção da unidade municipal, foi o de aplicar - na prática - a política de assistência social preconizada pelo poder público.

Para a diretora geral do Centro de Saúde da Liberdade, Regina Avelar, a dinâmica com o público idoso da unidade é feita durante todo o ano. "São idosos assistidos pelo nosso corpo médico e recebem, por exemplo, orientações de pilates para melhor postura corporal. Além disso, é um estimulo para a saúde destas pessoas", afirmou.

A aposentada Vilma Maria Diniz, de 65 anos, superou as limitações físicas (ela é cega e não anda) para estar próxima das colegas. "Eu não tenho mais como mexer como era quando nova, mas faço questão de sentir daqui do lado a alegria de todos os meus amigos", afirmou.

Já a dona de casa Francisca Alves, de 56 anos, era uma das mais animadas do grupo. "Eu dancei todas as músicas. Nunca tinha feito zumba e gostei bastante", afirmou.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte