O País | Em São Paulo

Adolescente de 12 anos é apreendido suspeito de matar menina de 9 anos

A menina foi encontrada morta, amarrada a uma árvore por uma corda, no Parque Anhanguera, na zona norte de São Paulo
OESTADOMA.COM01/10/2019 às 12h56
Raíssa Eloá Camparelli Dadona foi morta nesse domingo (29).

SÃO PAULO - A Justiça de São Paulo determinou a apreensão de um adolescente de 12 anos, suspeito de ter assassinado uma menina de 9 anos, identificada como Raíssa Eloá Caparelli Dadona. A garota foi encontrada morta, amarrada a uma árvore por uma corda, no Parque Anhanguera, na zona norte de São Paulo. Ela estava em uma festa infantil em um Centro de Educação Unificado (CEU), que fica localizado próximo ao parque, quando desapareceu. O crime aconteceu nesse domingo (29).

De acordo com a Polícia Civil que investiga o caso, a causa da morte ainda não foi determinada. A vítima apresentava lesões nos ombros e manchas de sangue no rosto.

Imagens de câmeras de segurança mostram a menina acompanhado do adolescente antes de ser assassinada. Foto: Divulgação.

O adolescente foi ouvido no Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e contou que apenas encontrou o corpo da garota quando passava por uma área restrita a funcionários do parque. No entanto, imagens de câmeras de segurança mostram a vítima e o suspeito atravessando uma rua de mãos dadas no domingo (29), antes de Raíssa ser morta.

A vítima fazia acompanhamento para autismo há um ano. A polícia investiga se outras pessoas teriam participado do crime.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte