Esporte | Final da Série C

Retrospecto bom! Sampaio não perde duas partidas seguidas há quase 4 meses

Tricolor, que precisa reverter placar na final da Série C, vive série boa na competição e precisa manter retrospecto para levar o título
Eduardo Lindoso / O Estado30/09/2019 às 16h56
Retrospecto bom! Sampaio não perde duas partidas seguidas há quase 4 meses Sampaio engatou sequência boa deste a chegada de João Brigatti (Biné Morais / O ESTADO)

SÃO LUÍS – Depois da derrota sofrida em Pernambuco, por 3 x 1, o Sampaio Corrêa vai precisar recorrer ao sem bom retrospecto na competição para reverter esse placar no próximo domingo (6), no estádio Castelão. E, se formos analisar o retrospecto recente do Tricolor, existe esperança. Precisando vencer por, pelo menos, 2 x 0, para levar a decisão para os pênaltis, o time maranhense pode se apegar ao fato de não ter perdido duas partidas seguidas na temporada desde o dia 24 de junho, quando engatou três derrotas seguidas, somando Copa do Brasil e Série C. Então, existem motivos para acreditar.

LEIA MAIS

Agora ficou bastante complicado para o Sampaio costurar a quarta estrela!

Desde quando perdeu por 3 x 0 para o Imperatriz, no fim do primeiro turno da Série C, o Sampaio tem apenas 3 derrotas, em 14 jogos. Neste período foram oito triunfos e três empates, somados às três derrotas. Esse crescimento se deu com a chegada de alguns jogadores, e principalmente com o técnico João Brigatti.

Nesta campanha, o time boliviano perdeu apenas duas vezes seguidas, e o Brigatti ainda não havia assumido o comando técnico. E por coincidência, uma derrota por 2 x 0, em casa, para o Náutico, foi a última dessa sequência ruim. Daí em diante, o time não perdeu mais duas vezes seguidas. A série ruim começou com uma derrota, por 1 x 0, para o Palmeiras, no Castelão, pela Copa do Brasil. Em seguida o revés foi fora de casa, com um 3 x 0 para o Treze, e se encerrou com o tropeço diante do Timbu.

Ciente da campanha que sua equipe faz, João Brigatti mostrou confiança no seu elenco. “O Náutico conseguiu em cima dos erros individuais da nossa equipe um placar que diria até elástico. Principalmente pelas oportunidades que nós criamos e não conseguimos converter. Mas não tem nada perdido. É um elenco de guerreiros, nossa equipe se superou ao longo do campeonato e tenho certeza que com o apoio da nossa torcida temos tudo para vencer”, comentou Brigatti.

Sampaio e Náutico voltam a se enfrentar, neste domingo (6), às 16h, no estádio Castelão, no segundo confronto da final da Série C. Os maranhenses precisam vencer por dois de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Com uma vitória por 3 x 0 o Tubarão fica com o título. O Timbu joga pelo empate e até por uma derrota por 1 x 0.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte