Homicídio

Acusado pela morte de terceirizados da Cemar vai a júri na próxima-feira

Sessão de julgamento de Pablo Martins, o de Menor, será realizada no fórum da Comarca de Paço do Lumiar; crime ocorreu em janeiro no residencial Sítio Natureza

Ismael Araújo

- Atualizada em 11/10/2022 às 12h23
Pablo Martins, o De Menor, será julgado no próximo dia 3
Pablo Martins, o De Menor, será julgado no próximo dia 3 (De Menor)

SÃO LUÍS - O faccionado Pablo Martins, o De Menor, de 18 anos, vai sentar no banco dos réus do Fórum da cidade de Paço do Lumiar, no próximo dia 3, para ser julgado pela morte dos funcionários de uma empresa prestadora de serviço da Cemar, João Victor Melo e Francivaldo Carvalho da Silva. O crime ocorreu no dia 15 de janeiro deste ano, no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar.

O júri vai ser presidido pelo juiz da 2ª Vara Criminal de Paço do Lumiar, Roberto de Paula. Durante a sessão, as testemunhas e o acusado serão ouvidos pelo magistrado e logo depois a defesa e os representantes do Ministério Público devem fazer as alegações finais. Após esta etapa, o juiz vai proferir a sentença.

De acordo com o inquérito, De Menor, em companhia de seu irmão, um adolescente de 16 anos, praticaram esse duplo assassinato. Os funcionários da empresa terceirizada foram mortos por terem cortado a energia elétrica da residência da namorada do acusado, no Sítio Natureza.

De Menor está preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde o dia 22 de janeiro deste ano, data da sua prisão e confersou o crime. O irmão de Pablo Martins foi apreendido no dia 17 de janeiro pela Polícia Civil na residência de uma tia, no Paranã, em Paço do Lumiar. Ele foi apresentado na SHPP, onde afirmou que no dia do crime estava jogando videogame em companhia de colegas na Rua A, no Sítio Natureza, quando foi procurado por De Menor para cometerem o duplo assassinato.

Leia outras notícias em Imirante.com. Siga, também, o Imirante nas redes sociais Twitter, Instagram e TikTok e curta nossa página no Facebook e Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do Whatsapp pelo telefone (98) 99209-2383.