Geral | TRÂNSITO

Maranhão é o 9º estado em número de indenizações pagas por morte

Estudo realizado pela Seguradora Líder aponta que o estado superou os índices nacionais em 2018; no período foram pagas, em média, 23 indenizações a cada 100 mil habitantes, no Maranhão, de acordo com a pesquisa
MONALISA BENAVENUTO / O ESTADO23/09/2019
Maranhão é o 9º estado em número de indenizações pagas por morte38.281 indenizações foram pagas em todo o país, destas 1.653 apenas no Maranhão (Agência Brasil)

A quantidade de indenizações por morte pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) em 2018, no Maranhão, superou a média nacional. A situação preocupante foi apontada pela Seguradora Líder, que produziu um levantamento especial para marcar a Semana Nacional de Trânsito, lembrada nos dias 8 a 25 de setembro. De acordo com o estudo, foram pagas, em média, 23 indenizações a cada 100 mil maranhenses, fazendo com que o estado ocupasse a 9ª posição no ranking nacional, no ano passado.

No total, 38.281 indenizações foram pagas em todo o país, destas 1.653 apenas no Maranhão. O estado apresentou, ainda, a maior variação no comparativo entre 2009 e 2018, com aumento de 46% da quantidade de indenizações pagas a cada 100 mil habitantes, totalizando 17.390 reparações efetivadas durante os dez anos em que o estudo foi realizado. O superintendente de Operações da Seguradora Líder, Arthur Froes, explicou que os números do Seguro DPVAT reforçam a importância de mobilizações, como a Semana Nacional do Trânsito, para mudar a realidade da violência nas ruas e estradas brasileiras.

“Apesar da redução nas estatísticas de indenizações pagas por morte pelo Seguro DPVAT nos últimos dez anos, este documento mostra a grave realidade do trânsito brasileiro, que é reforçada pela Organização Mundial da Saúde [OMS]. Dados de 2018 da instituição mostram que o Brasil é o quinto país com mais vítimas fatais durante o tráfego de veículo.
Além disso, a cada 24 segundos, uma pessoa morre no trânsito. Desta forma, torna-se fundamental o constante investimento em prevenção, educação e conscientização da população sobre a importância de um trânsito seguro”, esclareceu Froes.

Ainda segundo o levantamento, os motociclistas são os mais vulneráveis e, em 2018, representaram 73% das indenizações pagas no estado. No mesmo período, 59,5% dos seguros pagos pelo DPVAT foram destinados às famílias de motoristas vítimas de acidentes de trânsito, o que demonstra maior risco de morte de condutores. No que se refere à faixa etária, adultos de 25 a 34 anos foram responsáveis por 425 indenizações pagas no ano passado.

Em 2018, o país atingiu a quantidade de 18 indenizações pagas por morte, pelo Seguro DPVAT, a cada 100 mil habitantes. No Maranhão, a média é ainda maior: 23 indenizações por 100 mil habitantes. As estatísticas colocam o Maranhão na 9ª posição entre os estados com maior número de indenizações por morte pagas no país, estando à frente, inclusive, de estados como Rio de Janeiro, São Paulo e, também do Distrito Federal, em, respectivamente, 22º, 24º e 26º lugar do ranking.

SAIBA MAIS

Realidade nacional

Os acidentes de trânsito são a segunda maior causa de mortes externas no país. Em 2017 no Brasil, 35,3 mil pessoas morreram em decorrência de acidentes de trânsito e 166.277 foram internadas. Os gastos com as internações foram de R$229,2 milhões. Além das sequelas emocionais, muitos pacientes ficam com lesões físicas, sendo as principais consequências amputações e traumatismo cranioencefálico.

Dia Nacional Do Trânsito

O Dia Nacional do Trânsito é comemorado em 25 de setembro. O principal objetivo desta data é o desenvolvimento da conscientização social sobre os cuidados básicos que todo o motorista e pedestre deve ter no trânsito.

O Dia Nacional do Trânsito foi instituído a partir da criação do Código de Trânsito Brasileiro, em setembro de 1997. Todos os anos um tema específico é debatido ao longo de toda a Semana do Trânsito. Os temas abordados são escolhidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

É essencial o ensino de atitudes de respeito, precaução e responsabilidade no trânsito, para que as estatísticas alarmantes de acidentes nas estradas possam mudar.
O Brasil é um dos países com mais acidentes de trânsito, nos quais morrem por ano aproximadamente 40 mil pessoas.

Sobre o Seguro DPVAT

O DPVAT é um seguro obrigatório de caráter social que protege os mais de 210 milhões de brasileiros em casos de acidentes de trânsito, sem apuração da culpa. Ele pode ser destinado a qualquer cidadão acidentado em território nacional, seja motorista, passageiro ou pedestre, e oferece três tipos de coberturas: morte (valor de R$ 13.500), invalidez permanente (de R$ 135 a R$ 13.500) e reembolso de despesas médicas e suplementares (até R$ 2.700). A proteção é assegurada por um período de até 3 anos.

Algumas das atitudes que ajudam a evitar acidentes no trânsito são:
-Não dirigir alcoolizado;
-Não usar o celular enquanto dirige ou atravessa as ruas;
-Usar sempre o cinto de segurança;
-Atravessar a rua nas faixas de pedestres;
-Conhecer e respeitas todos os sinais e leis de trânsito.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte