DOM | Rompendo o silêncio

Anjo e demônio da Praia Grande

O reencontro com o artista plástico e dançarino Mondego, que ficou dez anos sem falar e agora diz que é anjo, mas também demônio
Antonio Carlos Lima / Especial para O Estado21/09/2019

A última vez em que nos encontramos, quase uma década atrás, no Centro Histórico de São Luís, ele estava cumprindo o voto de silêncio que se impusera desde o começo do milênio.

Para continuar aproveitando o conteúdo de O Estado faça seu login ou assine.

Já sou assinante

entrar

Ainda não sou assinante

assine agora

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

© 2019 - Todos os direitos reservados.
Tamanho da
Fonte